Comissão discute Fórum Brasil-Angola

Iwwa Agência
Publicado 23/01/2012 05:01:13

Com o objetivo de definir a comissão para realização do 3° Fórum Internacional Brasil-Angola em Camaçari, o diretor-presidente do Centro de Negócios Brasil Angola (CNBA), Flávio Almeida, visitou nesta segunda-feira (23/01), mais uma vez, o Município.

Durante a visita técnica, Flávio Almeida conheceu a Cidade do Saber, local escolhido para sediar o evento, marcado para os dias 22 e 23 de março. “Além de dispor de uma excelente estrutura física, o complexo é uma grande referência na execução de ações em prol da inclusão social”, disse o diretor-presidente do CNBA.

Na oportunidade, também foi discutida a logística do Fórum, como hospedagem, transporte e o agendamento para visitas técnicas aos polos de negócios da cidade.

Acompanhado por técnicos da Secretaria de Relações Internacionais do Município, Flávio Almeida também conheceu as instalações do Cofic (Comitê de Fomento Industrial de Camaçari) e conversou com o superintendente Geral da entidade, Mauro Pereira.

No Fórum, serão apresentadas as oportunidades de implantação de negócios em Angola e os incentivos do governo angolano. A exposição será feita por representantes do Ministério Geologia e Minas da Indústria e o Ministério do Urbanismo e Construção de Angola.

Na quarta-feira (25/01), o diretor-presidente do CNBA, volta a se reunir com a comissão local para definir os detalhes para realização do Fórum no Município.

 PARCERIA

O governo angolano já apresentou ao governo municipal protocolos de intenção nas áreas do desenvolvimento social e comercial. Entre os destaques, estão a instalação de um complexo de inclusão social em Angola, similar à Cidade do Saber, e a implantação do modelo de gestão das empresas do Polo Industrial de Camaçari, como o Cofic.

Os protocolos de intenção resultam da visita que o ministro da Geologia e Minas e da Indústria de Angola, Kiala Ngone Gabriel, fez ao Município em maio de 2010.

O governo angolano tem também como proposta a implantação de Polos Industriais, com a finalidade de atrair investidores brasileiros de pequeno e médio porte para a instalação de empresas naquele país. Existe a possibilidade ainda de incentivo para instalação de uma planta fabril.

Slideshow | 2 fotos

Comissão discute Fórum Brasil-Angola

Mais Notícias

Parceria entre Secult e Sedap é discutida em reunião

Parceria entre Secult e Sedap é discutida em reunião

Contas do 2º quadrimestre de 2021 da Seduc são apresentadas em audiência pública

Contas do 2º quadrimestre de 2021 da Seduc são apresentadas em audi...

Sejuv abre inscrições para formação técnica de educadores físicos

Sejuv abre inscrições para formação técnica de educadores físicos

Pressione enter para começar a busca ou Esc para fechar a janela.