Cerca de 5 mil beneficiadas em 2010

Iwwa Agência
Publicado 29/12/2010 11:12:39

Cerca de 5 mil pessoas foram beneficiadas pela Secretaria de Promoção da Mulher e da Reparação (Seprom) em 2010. Mulher Cidadã, Março Mulher, Seprom Mais Perto de Você, Observatório de Gênero e Raça, além de workshops, capacitações e serviços de acompanhamento jurídico e psicosocial, realizados pelo Centro de Referência da Mulher Yolanda Pires, estão entre os projetos que mais contribuíram para o sucesso da pasta ao longo deste ano.

Responsável pela geração de emprego e renda, o Mulher Cidadã, criado em 2007, mudou a vida de mais de 1.600 mulheres que tiveram a autoestima elevada e melhoraram o padrão de vida, graças a cursos de qualificação como cabeleireira, manicure, massoterapia, artesanato, depilação, maquiagem e panificação, além de aulas sobre ética, moral e postura profissional.

“Em 2010 avançamos muito, tanto no aspecto físico, uma vez que estamos trabalhando numa área maior para promover mais conforto durante os atendimentos, quanto no aspecto social, visto que a população conta com cada vez mais serviços e uma ampla rede assistencial”, avalia a secretária da Seprom, Aurenita Castillo.

Entre os projetos pré-definidos para o próximo ano estão a implantação de dois Núcleos de Atendimento Integral à Mulher, a operacionalização do projeto Informa Mulher, que qualifica na área de informática, e a disponibilização de um automóvel para atender as mulheres em situação de violência que utilizam os serviços do Centro de Referência da Mulher.

Os dois núcleos de atendimento Integral à Mulher serão implantados no distrito de Vila de Abrantes e no sub-distrito de Arembepe. A iniciativa será responsável pela expansão dos serviços às comunidades da orla e facilitará a vida da população, que muitas vezes não tem condições de se dirigir à sede do Município.

“A proposta é implantar núcleos em vários outros pontos da cidade, entre sede e orla”, acrescenta a secretária.

Em 2011, a Seprom, através da gerência de GLBTT (gays, lésbicas, bissexuais, travestis, transexuais e transgêneros) e do Observatório de Gênero e Raça, pretende ainda implementar mais políticas públicas de combate às desigualdades.

As ações da Seprom em 2010 foram encerradas com as atividades relativas à campanha internacional 16 Dias de Ativismo pelo Fim da Violência Contra às Mulheres, que pôs em pauta discussões importantes como a Lei Maria da Penha e a igualdade de direitos entre homens e mulheres.

Foto: Carol Garcia

O Mulher Cidadã já capacitou mais de 1.600 pessoas -

Mais Notícias

Vacinação contra Covid segue para pessoas de 18 anos acima e segunda dose neste sábado (25)

Vacinação contra Covid segue para pessoas de 18 anos acima e segund...

Boletim Epidemiológico de Camaçari – 24 de setembro de 2021

Boletim Epidemiológico de Camaçari – 24 de setembro de 2021

Acervo de figurinos do Teatro da Cidade do Saber é disponibilizado para empréstimo

Acervo de figurinos do Teatro da Cidade do Saber é disponibilizado ...

Pressione enter para começar a busca ou Esc para fechar a janela.