Cempre completa dois anos e soma mais de 32 mil usuários atendidos

Iwwa Agência
Publicado 07/02/2011 06:02:10

Dois anos de funcionamento e mais de 32 mil atendimentos realizados. Esse é o saldo do Cempre (Centro Multiprofissional de Reabilitação Física), equipamento de saúde responsável pela mudança na vida de várias pessoas em Camaçari, como a do pequeno RS, 9 anos, morador do bairro Gleba A.

Portador de paralisia cerebral, o garoto é atendido no Cempre desde 2009 e agora visita a unidade duas vezes por semana, quando tem consultas com fonoaudiólogo, terapeuta ocupacional e fisioterapeuta. Hoje, o progresso de RS é visível e comemorado pela família e profissionais.  

Para a avó do menino, Bernadete da Silva, o Cempre foi a coisa mais importante que aconteceu na vida da criança. “Ele chegou aqui carregado, não andava e nem falava, mas agora fala com todos e anda sozinho.” Além disso, Bernadete conta que os profissionais oferecem muito apoio às famílias dos pacientes.

Geraldo Alves, 32 anos, também é um exemplo de superação e determinação. Ele teve traumatismo crânio cefálico após um acidente de moto. Em 2009, quando chegou ao Cempre, Geraldo Alves sentia fortes dores no corpo, não andava e nem falava e ainda apresentava rigidez articular. 

“Atualmente, ele anda e consegue se expressar melhor. Agora, ele tem uma nova vida. O Cempre trouxe esperança para todos nós”, conta a irmã, Miriam Alves.

Morador do bairro Phoc 3, Geraldo Alves tem atendimento duas vezes por semana no Cempre e passou por consultas com fisioterapeuta, fonoaudiólogo, neurologista e nutricionista. A família recebeu atendimento com psicológo e assistente social.  

O Cempre, o Ceonc (Centro de Oncologia de Camaçari) e a Unifal (Unidade de Apoio às Pessoas com Doença Falciforme) completaram dois anos de funcionamento no último dia 5. Os serviços fazem parte do Cuidar (Centro de Unidades de Apoio e Referência em Saúde), equipamento que conta com uma série de serviços voltados para a saúde.

Para a coordenadora do Cempre, Andréa Schleu, a unidade representa uma melhoria na vida de muitas pessoas que perderam o sentido de viver. “Aqui, oferecemos a possibilidade de uma realidade diferente. A preocupação não é só com a parte física do paciente, mas também com o emocional e social”, disse.

As histórias de RS e Geraldo são a realidade de vida de muitos moradores do Município, que hoje contam com atendimento digno e centralizado em um só local.

ATENDIMENTO

O Cempre é voltado para o atendimento de pessoas portadoras de deficiência física, vítimas de lesões corporal e medular, patologias degenerativas do sistema nervoso central, má formação congênita, distrofias musculares, crianças com dificuldades no crescimento, pessoas amputadas e com seqüelas de politraumatismos.

O atendimento acontece de segunda a sexta-feira, das 8h às 17h. A equipe é formada por 10 fisioterapeutas, um terapeuta ocupacional, um psicólogo, um nutricionista, três assistentes sociais, um fonoaudiólogo, um médico neurologista, um médico ortopedista, um médico neuropediatra, uma musicoterapeuta, mais cinco servidores da administração e dois motoristas.

Slideshow | 2 fotos

Cempre completa dois anos e soma mais de 32 mil usuários atendidos

Mais Notícias

Encerra dia 30/9 o prazo de renovação de alvará para mototaxistas

Encerra dia 30/9 o prazo de renovação de alvará para mototaxistas

Elinaldo participa de cerimônia de entrega de duas escolas estaduais em Camaçari

Elinaldo participa de cerimônia de entrega de duas escolas estaduai...

Arembepe recebe GTs para construção do Plano Municipal de Cultura

Arembepe recebe GTs para construção do Plano Municipal de Cultura

Pressione enter para começar a busca ou Esc para fechar a janela.