Capacitação profissional é destaque

Iwwa Agência
Publicado 02/01/2014 11:01:49

Uma das mais novas secretarias do Município, a Secin (Secretaria da Inclusão e Cidadania), terminou o ano de 2013 com diversas ações destinadas à população, sobretudo pessoas menos favorecidas, como jovens, negros e de minorias étnicas e religiosas.

“A nossa grande ação do ano foi a mobilização para a matrícula do Pronatec, que contou com parceria de outras instituições em cerca de 50 tipos de cursos profissionalizantes”, comemora o secretário da Inclusão e Cidadania, Fabio Pereira. 

A Secin, em parceria com o IFBA (Instituto Federal da Bahia), o Senai (Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial) e o Senac (Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial), direcionou os jovens, membros de famílias inscritas  no CADÚnico (Cadastro Único), para os cursos técnicos.

É também no setor de capacitação profissional que a Secretaria deve ter mais ações em 2014. Tendo em vista que a Prefeitura assinou o termo de adesão ao programa Juventude Viva, em novembro de 2013, o Município deve ampliar a quantidade de vagas para inserir mais jovens no mercado de trabalho.

Se a meta é melhorar a renda daqueles que vivem às margens da sociedade ou mesmo dos que desconhecem os mecanismos de profissionalização dos serviços que exercem, o secretário lembra o lançamento do Centro Público de Economia Solidária, que trabalha no fomento à economia criativa e ao empreendedorismo, através de orientação contábil, jurídica e profissional.

 Além disso, o projeto Catar apara Transformar também foi apresentado ao público e pretende inserir na cadeia produtiva os catadores de resíduos sólidos do Município. Essas iniciativas fazem parte do Programa Brasil Sem Miséria.   

Outro feito da Secin, destacado pelo secretário Fabio Pereira, foi a criação e a captação de assinaturas do PCRI (Programa de Combate ao Racismo Institucional) dentre as diversas secretarias municipais. “Com esse termo, Camaçari assume o compromisso de criar uma cultura de igualdade. E a gente sabe que o racismo institucional ainda muito forte”, declara.

 Fabio Pereira explica que com o PCRI “a pessoa que atende em uma repartição pública deve ser educada e tratar o negro, a pessoa de religião de matriz africana e o branco da mesma maneira”.

Para fomentar a agricultura dentre os terreiros de candomblé do Município, a Secin também atuou no programa Meu terreiro é roça, em parceria com a Sedap (Secretaria do Desenvolvimento da Agricultura e Pesca). A iniciativa contou com distribuição de sementes de feijão e hortaliças.

E no que tange a juventude, a Secretaria liderou o processo de aprovação do Conselho Municipal da Juventude, também durante o mês de novembro. “Assim, os jovens de Camaçari vão participar ainda mais da elaboração e aperfeiçoamento das Políticas Públicas”, explica o secretário.

“Sem falar do Novembro Negro, em que promovemos ações de empreendedorismo, realizamos palestras, discussões e fortalecemos a luta pela igualdade racial no Município”, declara. O Novembro Negro aconteceu no mês da Consciência Negra e integrou ações de cultura e desenvolvimento econômico e social.

“Eu acho que foi um ano muito positivo, porque foi uma equipe nova. E para 2014, vai ser um salto ainda maior, porque a gente vai além da articulação e ampliar nossa execução”, opina o secretário.

 

 

Foto: Agnaldo Silva

Secretário da Inclusão e Cidadania, Fabio Pereira -

Mais Notícias

Boletim Epidemiológico de Camaçari – 6 de dezembro de 2021

Boletim Epidemiológico de Camaçari – 6 de dezembro de 2021

Camaçari tem selos Bandeira Azul renovados e hasteamento ocorre nesta terça (7/12)

Camaçari tem selos Bandeira Azul renovados e hasteamento ocorre nes...

Tranquilidade e organização marcam início da entrega dos cupons da Cesta de Natal na sede

Tranquilidade e organização marcam início da entrega dos cupons da ...

Pressione enter para começar a busca ou Esc para fechar a janela.