Campeonato com 17 quadrilhas agita Camaforró

Iwwa Agência
Publicado 10/06/2009 08:06:51

As quadrilhas juninas do Camaforró, uma tradição do São João de Camaçari, reúne antigos participantes em torno da preservação da cultura nordestina. Entre os dias 21 e 24 deste mês, 510 participantes embelezam a maior festa junina da Região Metropolitana.

O Espaço Camaçari vai contar com 17 quadrilhas da sede e orla, que se apresentam a partir das 20h em um espaço coberto tipicamente decorado, ao lado do Caramanchão. Os idosos do Conviver, que há treze anos integram a programação, também marcam presença. Este ano, a centro faz a festa com 48 pessoas.

O novo local das apresentações de dança, antes realizada no Caramanchão, alegrou todos os envolvidos, que agora dispõem de mais tempo de organização e um espaço maior para disposição dos componentes.

“Nos anos anteriores ficava complicado para a gente se arrumar porque as apresentações aconteciam durante os intervalos das bandas. Agora com um local só para as apresentações ajuda na dinamização dos grupos”, diz o presidente da Associação de Quadrilhas Juninas de Camaçari (Aqc), Fernando José da Silva.

O líder local também defende que os grupos de dança desempenham um importante papel na melhoria da auto-estima e integração dos participantes.

Para os dançarinos que há muitos anos já participam dos festejos juninos da cidade, a sensação ainda é de muita ansiedade. Mesmo com a prática, cada momento é uma novidade.

A quadrilha Lenha na Fogueira, por exemplo, comemora o décimo ano de Camaforró. Ainda assim, os oito meses de treinamento e dedicação não foram suficientes para garantia da tranqüilidade no Camaforró. “Cada ano é uma novidade para nós, por isso sempre existe nervosismo”, conta o coordenador Carlos Santos. Natural de Parafuso, Lenha na Fogueira vai homenagear a cultura da cidade através de samba-de-roda e bonecos.

Rosane dos Santos Carmo, 28, disputa os olhares do público pela primeira vez na festa. A participação na Arraiá Milho Dourado, de Pé de Areias, foi motivada pelo amor a dança. “Há dois meses venho ensaiando diariamente, durante cerca de três horas. Estou ansiosa para chegar o momento das pessoas verem o resultado. Esse é o primeiro de muitos anos de apresentações”, emociona-se.

Foto: Nelinho Oliveira / Arquivo

Grupo do Conviver promete novas coreografias -

Mais Notícias

Camaçari foi finalista nacional na categoria Sala do Empreendedor pelo Sebrae

Camaçari foi finalista nacional na categoria Sala do Empreendedor p...

SOMA promove palestra sobre diversidade na Ambev

SOMA promove palestra sobre diversidade na Ambev

Vacinação contra Covid continua nesta quarta (29) para todas as doses e públicos

Vacinação contra Covid continua nesta quarta (29) para todas as dos...

Pressione enter para começar a busca ou Esc para fechar a janela.

AFFPAY AFFPAY Signup AFFPAY Loginp AFFPAY Affiliates Terms AFFPAY Advertisers Terms AFFPAY Privacy Policy AFFPAY FAQ AFFPAY Contact us