Camaçari realiza atividade contra trabalho infantil

Iwwa Agência
Publicado 15/06/2009 01:06:26

Camaçari realiza nesta terça-feira (16/06) atividades em comemoração ao Dia Internacional de Combate ao Trabalho Infantil. A cerimônia de abertura começa às 8h, no auditório da Casa do Trabalho e vai contar com apresentação do vídeo Infância Roubada, coral da Casa da Criança e do Adolescente e das ações realizadas pelo PETI (Programa de Erradicação do Trabalho Infantil).

Gerson Estrela, médico da Delegacia Regional do Trabalho (DTRT) do Estado, profere a palestra Dia Internacional de Combate ao Trabalho Infantil. Até às 12h, os participantes prestigiam também a apresentação da Bamuquinha, grupo mirim da Banda Municipal de Camaçari (Bamuca), e exposição do artesanato e desenho produzido pelos menores do PETI.

O público alvo é educadores do programa, mães dos alunos beneficiados, Conselhos Municipais da Assistência Social e da Criança e do Adolescente, Juizado da Infância e da Juventude de Camaçari, Conselho Tutelar.

Ainda marcam presença, alunos do PETI, técnicos que atuam na área (a exemplo de assistente social, psicólogo, pedagogo), Cidade do Saber, Comissão Municipal de Trabalho Infantil (Cometi) e Apito (Associação Padre Paulo Tonnuci) e a promotora da Infância e da Juventude de Camaçari, Juliana Varela.

ASSISTÊNCIA
Em Camaçari, a exploração da mão-de-obra de crianças e adolescentes é combatida através do Programa de Erradicação do Trabalho Infantil (PETI).

Segundo a Coordenação de Proteção Especial (CPE) do Município, 907 menores da sede e orla têm reforço escolar, atividades culturais, esportivas, além de merenda e fardamento. Os beneficiados, que possuem entre 7 a 15 anos, atuavam como trabalhadores informais nas ruas da cidade.

Os menores participam de oficinas de artesanato, dança, música, teatro, futebol, capoeira, karatê e desenho artístico. As atividades acontecem no turno oposto ao da aula e para participar do Programa o aluno deve ter frequência regular na escola.

As famílias dos menores também possuem acompanhamento com assistente social. A ação, que funciona nas quadras poliesportivas dos bairros e na sede de 19 Organizações Não-Governamentais parceiras (sendo 11 na sede e oito na orla), conta com o apoio do Ministério do Desenvolvimento Social e Combate à Fome (MDS), Estado e Município.

Foto:

Mais Notícias

2ª edição do projeto Homens Reflexivos é marcado por palestra sobre violência contra a mulher

2ª edição do projeto Homens Reflexivos é marcado por palestra sobre...

II Fórum PcD reuniu diversos segmentos de Camaçari para debater inclusão

II Fórum PcD reuniu diversos segmentos de Camaçari para debater inc...

Missa, cortejo e apresentações culturais marcam o Dia das Baianas de Acarajé

Missa, cortejo e apresentações culturais marcam o Dia das Baianas d...

Pressione enter para começar a busca ou Esc para fechar a janela.

AFFPAY AFFPAY Signup AFFPAY Loginp AFFPAY Affiliates Terms AFFPAY Advertisers Terms AFFPAY Privacy Policy AFFPAY FAQ AFFPAY Contact us