Camaçari participa de Campanha Nacional sobre a doença

Iwwa Agência
Publicado 29/06/2010 04:06:07

Pacientes e gestores da Unidade de Apoio às Pessoas com Doença Falciforme (Unifal) de Camaçari se reúnem nesta quarta-feira (30/06) para uma avaliação semestral do programa. O encontro será realizado a partir das 9h, no auditório da Prefeitura.

Mais tarde, às 10h, os participantes assistem ao lançamento da Campanha Nacional dos 100 anos do Diagnóstico da Doença Falciforme.

O evento, que acontece no Centro de Educação e Apoio para Hemoglobinopatias, em Belo Horizonte, Minas Gerais, será transmitido ao vivo, via internet.

A Campanha Nacional será lançada pelo coordenador do Programa de Atenção Integral às Pessoas com Doença Falciforme de Camaçari, Tiago Novais, que faz parte da comissão organizadora do evento.

O coordenador informa que nos últimos anos, o Município avançou consideravelmente no diagnóstico e atenção à pessoa com doença falciforme e hoje é considerado referência no Nordeste pelo Ministério da Saúde.

A Prefeitura implantou o Programa Municipal de Atenção Integral às Pessoas com Doença Falciforme em 2009, no entanto, já oferecia o atendimento com hematologista desde 2007.

UNIFAL

Para o presidente da Associação Camaçariense dos Portadores de Doença Falciforme, Ademário Ribeiro, a Unifal, que foi construída pela atual administração, foi essencial para os portadores da doença.

Na Unidade, os usuários contam com o suporte de hematologista, nutricionista, assistente social, farmacêutico bioquímico, além do encaminhamento aos benefícios sociais e vacinas especiais, marcação de exames e consultas.

A Unifal possui 400 pacientes cadastrados com a doença e traço falciformes.

De acordo com o coordenador do Programa de Atenção Integral às Pessoas com Doença Falciforme de Camaçari, Tiago Novaes, desde o primeiro diagnóstico da anemia falciforme, em 1910, nos Estados Unidos, foram muitos os avanços no Brasil, a exemplo da garantia ao atendimento aos doentes, a inclusão do diagnóstico da doença no teste do pezinho, a disponibilidade de medicamentos e vacinas especiais, além da produção de material informativo sobre o assunto.

Na Bahia, além de Camaçari, apenas Salvador e Itabuna têm o programa implantado.

Foto: Carol Garcia

A Unifal possui 400 usuários cadastrados -

Mais Notícias

Guarajuba e Itacimirim renovam selo Bandeira Azul para temporada 2022-23

Guarajuba e Itacimirim renovam selo Bandeira Azul para temporada 20...

Comunidade e poder público se reúnem para tratar sobre a Praça do Papagaio em Jauá

Comunidade e poder público se reúnem para tratar sobre a Praça do P...

Sedes promove encontro com palestras temáticas para os idosos do Conviver e familiares

Sedes promove encontro com palestras temáticas para os idosos do Co...

Pressione enter para começar a busca ou Esc para fechar a janela.

AFFPAY AFFPAY Signup AFFPAY Loginp AFFPAY Affiliates Terms AFFPAY Advertisers Terms AFFPAY Privacy Policy AFFPAY FAQ AFFPAY Contact us