Camaçari e região ganham reforço de 180 policiais

Iwwa Agência
Publicado 30/04/2008 03:04:59

O efetivo policial de Camaçari e Região Metropolitana ganha reforço de 180 policiais militares nos próximos meses. O curso para formação de soldados começou nesta quarta-feira (30/04), com aula inaugural no auditório da Prefeitura. As aulas acontecem de segunda a sexta-feira, no 12ª Batalhão da PM de Camaçari.

Os agentes vão aprender, em nove meses, instrução de tiro, técnica policial, direitos humanos, cidadania, primeiros socorros, além de português e matemática.

O projeto faz parte da política de reajuste da segurança no Estado. De acordo com o tenente-coronel Alfredo Castro, comandante do 12ª BPM, o maior problema que a polícia enfrenta hoje é a falta de recursos humanos.

A Polícia Militar (PM), em parceria com a Prefeitura, realiza trabalho preventivo através de rondas nos bairros, ações educativas no trânsito e palestras nas escolas.

Camaçari também é uma das cidades contempladas com o Programa Nacional de Segurança Pública com Cidadania (Pronasci), que vai investir R$ 6,7 bilhões em ações preventivas e sociais de combate à violência. O programa, coordenado pelo Ministério da Justiça, será implantado de forma pioneira nos Phocs 1, 2 e 3.

Paralelo ao Pronasci, a Prefeitura iniciou, ano passado, o Plano de Segurança Integrado, que garantiu novas viaturas às polícias Militar e Civil, combustível e alimentação. O projeto, que conta com recursos municipais, fica ainda mais eficaz, a partir de maio, com a instalação de 22 câmeras de segurança no Centro, acessos à cidade e nas áreas consideradas críticas.

PREVENÇÃO NAS ESCOLAS
O trabalho de prevenção à violência abrange também as escolas municipais. Desde 2007, que a PM ministra aulas semanais para estudantes da 4ª a 6ª série. O Programa Educacional de Resistência as Drogas e a Violência (Proerd), como é denominado, tem intenção de evitar que as crianças iniciem o uso das drogas.

Três instrutores fardados ensinam sobre os efeitos que a maconha, álcool, cigarro e outros entorpecentes causam ao dependente. O trabalho, feito com apoio das escolas e da família, tem, em Camaçari, 310 alunos dos centros educacionais Helena Magalhães (Gravatá), Padre Paulo Tonucci (Novo Horizonte), Caic (Phoc 2), Santo Antonio (Machadinho) e Hildebrando Lima Filho (Parque das Mangabas). Os alunos recebem em junho certificado de participação.

Criado para prevenir e auxiliar os estudantes, o Proerd é desenvolvido atualmente em mais de 50 países. Na Bahia, chegou em 2002 e em Camaçari foi implantado ano passado. A intenção é, a partir do segundo semestre, estender as aulas para as demais escolas municipais.

Foto: Agnaldo Silva

O curso de formação de soldado será ministrado no 12º BPM -

Mais Notícias

Palestras marcam abertura da 11ª Conferência dos Direitos da Criança e do Adolescente

Palestras marcam abertura da 11ª Conferência dos Direitos da Crianç...

Defesa Civil e construtora se reúnem com comerciantes da Avenida Rio Camaçari

Defesa Civil e construtora se reúnem com comerciantes da Avenida Ri...

Paralisação dos servidores municipais impacta na vacinação contra Covid em Camaçari

Paralisação dos servidores municipais impacta na vacinação contra C...

Pressione enter para começar a busca ou Esc para fechar a janela.

AFFPAY AFFPAY Signup AFFPAY Loginp AFFPAY Affiliates Terms AFFPAY Advertisers Terms AFFPAY Privacy Policy AFFPAY FAQ AFFPAY Contact us