Camaçari e região ganham reforço de 180 policiais

Iwwa Agência
Publicado 30/04/2008 03:04:59

O efetivo policial de Camaçari e Região Metropolitana ganha reforço de 180 policiais militares nos próximos meses. O curso para formação de soldados começou nesta quarta-feira (30/04), com aula inaugural no auditório da Prefeitura. As aulas acontecem de segunda a sexta-feira, no 12ª Batalhão da PM de Camaçari.

Os agentes vão aprender, em nove meses, instrução de tiro, técnica policial, direitos humanos, cidadania, primeiros socorros, além de português e matemática.

O projeto faz parte da política de reajuste da segurança no Estado. De acordo com o tenente-coronel Alfredo Castro, comandante do 12ª BPM, o maior problema que a polícia enfrenta hoje é a falta de recursos humanos.

A Polícia Militar (PM), em parceria com a Prefeitura, realiza trabalho preventivo através de rondas nos bairros, ações educativas no trânsito e palestras nas escolas.

Camaçari também é uma das cidades contempladas com o Programa Nacional de Segurança Pública com Cidadania (Pronasci), que vai investir R$ 6,7 bilhões em ações preventivas e sociais de combate à violência. O programa, coordenado pelo Ministério da Justiça, será implantado de forma pioneira nos Phocs 1, 2 e 3.

Paralelo ao Pronasci, a Prefeitura iniciou, ano passado, o Plano de Segurança Integrado, que garantiu novas viaturas às polícias Militar e Civil, combustível e alimentação. O projeto, que conta com recursos municipais, fica ainda mais eficaz, a partir de maio, com a instalação de 22 câmeras de segurança no Centro, acessos à cidade e nas áreas consideradas críticas.

PREVENÇÃO NAS ESCOLAS
O trabalho de prevenção à violência abrange também as escolas municipais. Desde 2007, que a PM ministra aulas semanais para estudantes da 4ª a 6ª série. O Programa Educacional de Resistência as Drogas e a Violência (Proerd), como é denominado, tem intenção de evitar que as crianças iniciem o uso das drogas.

Três instrutores fardados ensinam sobre os efeitos que a maconha, álcool, cigarro e outros entorpecentes causam ao dependente. O trabalho, feito com apoio das escolas e da família, tem, em Camaçari, 310 alunos dos centros educacionais Helena Magalhães (Gravatá), Padre Paulo Tonucci (Novo Horizonte), Caic (Phoc 2), Santo Antonio (Machadinho) e Hildebrando Lima Filho (Parque das Mangabas). Os alunos recebem em junho certificado de participação.

Criado para prevenir e auxiliar os estudantes, o Proerd é desenvolvido atualmente em mais de 50 países. Na Bahia, chegou em 2002 e em Camaçari foi implantado ano passado. A intenção é, a partir do segundo semestre, estender as aulas para as demais escolas municipais.

Foto: Agnaldo Silva

O curso de formação de soldado será ministrado no 12º BPM -

Mais Notícias

Sesau lança o projeto Conviver com Sorriso

Sesau lança o projeto Conviver com Sorriso

ISSM realiza treinamento sobre Pró-Gestão RPPS

ISSM realiza treinamento sobre Pró-Gestão RPPS

Boletim Epidemiológico de Camaçari – 25 de outubro de 2021

Boletim Epidemiológico de Camaçari – 25 de outubro de 2021

Pressione enter para começar a busca ou Esc para fechar a janela.