Camaçari discute imposto sobre recursos hídricos

Iwwa Agência
Publicado 13/05/2010 03:05:10

As cidades sedes de usinas hidroelétricas se reuniram, pela primeira vez, em um fórum nacional para discutir o projeto de lei da Câmara Federal sobre a parcela, pertencente aos estados e municípios, do produto da Compensação Financeira dos Recursos Hídricos (CFRH). Estiveram presentes autoridades políticas ligadas ao segmento de produção energética.

O secretário da Fazenda de Camaçari (Sefaz), Paulo César Gomes, participou como representante do prefeito Luiz Caetano, atual presidente da Associação Nacional dos Municípios Produtores (Anamup), apoiadora do evento.

O projeto de lei da Câmara Federal reduz de 45% para 25% os recursos oriundos da CFRH destinados aos estados e aumenta de 45% para 65% os recursos repassados aos municípios.

As mudanças refletem diretamente na arrecadação do ICMS. Preocupados, os participantes propuseram uma melhor compensação financeira e redistribuição dos recursos.

“É importante que as taxas sejam discutidas entre União, estados e municípios”, diz Paulo César Gomes. Em Camaçari, funcionam as termoelétricas Energética Camaçari Muricy 1 e Arembepe Energia.

Durante o fórum, também foi realizada troca de experiências entre as cidades, no intuito de viabilizar a divulgação de projetos bem sucedidos. O debate aconteceu no auditório da Confederação Nacional de Transporte (CNT), em Brasília, nos dias 11 e 12 de maio.

Foto: Nelinho Oliveira

O secretário Paulo Gomes representou o prefeito no encontro -

Mais Notícias

Boletim Epidemiológico de Camaçari – 17 de setembro de 2021

Boletim Epidemiológico de Camaçari – 17 de setembro de 2021

Defesa Civil interdita imóvel por ameaça de desabamento

Defesa Civil interdita imóvel por ameaça de desabamento

Projeto

Projeto "Das Telas às Imagens" promove exposição itinerante

Pressione enter para começar a busca ou Esc para fechar a janela.