Caetano defende Mercosul forte para enfrentar a crise

Iwwa Agência
Publicado 12/12/2008 10:12:24

Definir instrumentos e ações capazes de assegurar uma rede de cooperação para fortalecer os municípios e estados dos países da América Latina, a fim de que possam enfrentar não apenas a crise financeira internacional, mas, principalmente, prepará-los para competir em melhores condições nos mercados dos países centrais e superar as desigualdades.

Essa é a essência da proposta que o prefeito de Camaçari, Luiz Carlos Caetano, apresenta na segunda-feira (15/12), durante a reunião plenária de governadores e prefeitos do Fórum Consultivo de Cidades e Regiões do Mercosul (FCCR), prévia para a Cúpula de Chefes de Estado do Mercosul, que começa neste sábado (13/12), em Costa do Sauípe.

O prefeito de Camaçari considera positivas as propostas aprovadas na última reunião do FCCR, realizada em Buenos Aires, em junho deste ano, e entende que agora, na reunião da Bahia, chegou o momento de avaliar os resultados e estabelecer mecanismos para concretizá-las.

Entre as propostas, Luiz Caetano destaca a construção de um calendário unificado de atividades do fórum, iniciativas nacionais e regionais de apoio à integração das cadeias produtivas, ações concretas de cooperação entre os governos integrantes do FCCR, a criação do Selo Mercosul de Turismo, a deliberação de um calendário para o Encomex (Encontros de Comércio Exterior).

O prefeito de Camaçari também defende a construção de uma rede dos institutos estaduais de tecnologia agrícola e a adesão à Estratégia Trabalho Decente em níveis regional e municipal.

No entendimento do prefeito de Camaçari, em uma conjuntura internacional constituída por mega blocos, é fundamental que os estados e municípios, respeitando as peculiaridades das culturas e vocações de cada região, construam uma unidade que os permita enfrentar os novos desafios internacionais, dominar tecnologias de ponta, disputar mercados e, acima de tudo, combater a pobreza, um dos grandes males da América Latina.

INDÚSTRIA E TURISMO
Camaçari é sede do maior complexo industrial integrado do Hemisfério Sul . O Pólo Industrial do Município possui 133 empresas que produzem 11,5 toneladas de produtos químicos e petroquímicos e é responsável pela exportação anual de US$ 2,3 bilhões, cerca der 35% das exportações do estado e 30% do PIB baiano.

Ao mesmo tempo em que se destaca na área industrial, o Município, que tem mais de 220 mil habitantes, vem crescendo como um dos mais importantes destinos turísticos do Estado e do país. Os 42 quilômetros de praias de águas claras e areia branca se completam com um rico ecossistema formado por rios, lagoas, dunas e vegetação, que atraem não apenas visitantes mas também investidores na área de turismo e lazer.

Foto: Marina Silva / Arquivo

Prefeito de Camaçari é um dos convidados do encontro -

Mais Notícias

Prefeitura lamenta falecimento do ex-vereador Guedes

Prefeitura lamenta falecimento do ex-vereador Guedes

Horário de visitação no Horto Florestal será modificado em dezembro

Horário de visitação no Horto Florestal será modificado em dezembro

Boletim Epidemiológico de Camaçari – 29 de novembro de 2021

Boletim Epidemiológico de Camaçari – 29 de novembro de 2021

Pressione enter para começar a busca ou Esc para fechar a janela.