Bolsa Família tem 1.600 vindos de outras cidades

Iwwa Agência
Publicado 04/08/2009 06:08:52

Dono do maior Complexo Integrado do Hemisfério Sul e responsável por 35% das exportações do Estado, Camaçari atraiu nos últimos anos, mais de 40 mil pessoas, que chegam ao Município em busca de emprego e melhores condições de vida.

O fluxo migratório ocasiona uma série de impactos na cidade. Dados da Secretaria do Desenvolvimento Social (Sedes), indicam que, das 15.277 famílias beneficiadas pelo programa Bolsa Família, mais de 1.600 vieram de outras cidades.

Somente na semana passada, foram realizadas mais 80 transferências do benefício para o Município, que hoje tem 227 mil habitantes. Os dados de julho de 2009, ainda revelam que 51.508 pessoas do cadastro são naturais de outras cidades. Os novos moradores pertencem a diversos estados, como São Paulo, Rio de Janeiro, Pernambuco, Sergipe, Piauí, Espírito Santo, Minas Gerais, Paraíba, Santa Catarina, além das cidades do interior do estado.

A demanda exige mais investimentos na educação, saúde, iluminação, habitação, infra-estrutura e na assistência social. De acordo com a coordenadora do Bolsa Família de Camaçari, Andréa Pitta, a folha de pagamento das 15.277 famílias atendidas pelo benefício corresponde a R$ 1,443 milhões por mês.

As pessoas que migraram para Camaçari e ainda continuam com dados do Município de origem devem se dirigir ao Setor do Bolsa Família para efetuar novo cadastro e impedir bloqueio do benefício. O atendimento é feito de segunda a quinta-feira, das 8h às 17h. O setor fica na rua Dois de Julho, s/n, bairro Dois de Julho.

É necessário apresentar RG, CPF e atestado escolar dos filhos. O titular do cartão ainda deve apresentar carteira de trabalho e comprovante de residência.

REAJUSTE
O Governo Federal reajustou os valores pagos pelo Bolsa Família em 10%. Com a correção, válida partir do próximo mês, o benefício médio passa de R$ 86,00 para R$ 95,00. A renda per capita que caracteriza a família em situação de pobreza passará de R$ 137,00 para R$ 140,00 e de extrema pobreza, de R$ 69,00 para R$ 70,00.

A partir de setembro, o Benefício Básico, pago às famílias com renda familiar de até R$ 70,00 por pessoa, subirá de R$ 62,00 para R$ 68,00. Já o benefício variável (pago de acordo com o número de crianças) passará de R$ 20,00 para R$ 22,00 e o recurso vinculado aos adolescentes de R$ 30,00 para R$ 33,00.

Em Camaçari, nos últimos quatro anos e meio, o número de atendidos passou de 2.677 para 15.277 famílias, o que representa um crescimento de 570%. Até outubro deste ano, o Ministério do Desenvolvimento Social e Combate à Fome (MDS) vai beneficiar novas famílias.

Foto:

Mais Notícias

Boletim Epidemiológico de Camaçari – 19 de setembro de 2021

Boletim Epidemiológico de Camaçari – 19 de setembro de 2021

Vacinação contra Covid segue nesta segunda (20) em Camaçari

Vacinação contra Covid segue nesta segunda (20) em Camaçari

Prefeitura não decretará ponto facultativo no dia 27 de setembro

Prefeitura não decretará ponto facultativo no dia 27 de setembro

Pressione enter para começar a busca ou Esc para fechar a janela.