Benefício contempla 150 pessoas

Iwwa Agência
Publicado 10/04/2015 11:04:59

Para assegurar os direitos das pessoas com deficiência, o prefeito Ademar Delgado participou, nesta sexta-feira (10/04), da entrega de 150 passes biométricos com chip, no Espaço Conviver (Centro de Convivência da Pessoa Idosa). “Estou muito feliz por cumprir mais esta missão. Com o passe biométrico vamos dar mais dignidade e respeito a essas pessoas, que durante muito tempo não tiveram acesso”, afirmou o gestor de Camaçari.

A estudante Rute de Santana Brandão, de 20 anos, mãe de Maicon Ryan Brandão Pereira, de 3 anos, portador de paralisia cerebral, foi a primeira a receber o passe biométrico das mãos do prefeito Ademar Delgado. Para ela, essa é uma grande conquista. “Era muito gasto. Meu filho chegou a até ficar sem fazer tratamento, porque não tinha dinheiro para pagar o transporte. Agora, tudo vai mudar”, finalizou.

Receberam o benefício pessoas com deficiência física, visual, auditiva, mental ou múltiplas, que foram encaminhadas pelo CRAS (Centro de Referência de Assistência Social).

Participaram da cerimônia a vice-prefeita Carmem Siqueira, o secretário do Desenvolvimento Econômico e Social, Mozart Vivas, o superintendente do Trânsito e Transporte, Claudécio Taroba, os vereadores Gilvan Souza (PT) e João Santos (PRTB), o presidente da Udec (União dos Deficientes de Camaçari), Jailson Ferreira, e representantes do transporte público de Camaçari.

 PASSE LIVRE

As pessoas com deficiência que não receberam o benefício podem solicitar o cartão a qualquer hora. Basta comparecer a qualquer unidade do CRAS, situadas nos bairros Nova Vitória, Verdes Horizontes, Burissatuba e Phoc II ou nas localidades de Parafuso, Arembepe e Barra do Pojuca.

Os documentos necessários são original e cópia das certidões de nascimento, casamento, reservistas, documento de identidade, carteira de trabalho e da previdência social.

No CRAS as pessoas recebem uma ficha de concessão do passe livre Municipal. Em seguida, devem ir aos médicos, clínico e especialista, para que se tenha o laudo com CID (Classificação Internacional de Doenças) da doença. Com a ficha preenchida e documentos em mãos, a pessoa volta ao CRAS para obter o parecer da assistente social. O material é encaminhado para a Gedef (Gerência da Pessoa com Deficiência), da Sedes (Secretaria do Desenvolvimento Social) e em seguida para o Camaçari Card, responsável por tirar a fotografia e fazer a biometria.

Slideshow | 4 fotos

Benefício contempla 150 pessoas

Mais Notícias

Vacinação contra Covid-19 continua nesta terça-feira (19) em Camaçari

Vacinação contra Covid-19 continua nesta terça-feira (19) em Camaçari

Prefeitura de Camaçari qualifica ambulantes e baianas de acarajé de Arembepe

Prefeitura de Camaçari qualifica ambulantes e baianas de acarajé de...

Boletim Epidemiológico de Camaçari – 18 de outubro de 2021

Boletim Epidemiológico de Camaçari – 18 de outubro de 2021

Pressione enter para começar a busca ou Esc para fechar a janela.