Bailarinos de Camaçari disputam vaga no Bolshoi

ASCOM BOT
Publicado 15/10/2008 08:10:07

Oito bailarinos com idade entre 10 a 12 anos que fazem parte do projeto Ebateca – Cidade do Saber Professor Raymundo Pinheiro concorrem no sábado e domingo (18 e 19/10) as bolsas de estudo para a escola do Teatro Bolshoi no Brasil, localizada em Joinville (SC).

O grupo viaja na madrugada de sexta-feira (17/10), com retorno previsto para o dia 20.

Independentemente de vencer ou não, participar da seletiva já é uma vitória para os alunos de Camaçari, que não contavam, antes da Cidade do Saber, com nenhum estímulo à dança, principalmente o balé. Além do mais, ter representantes em Joinville é uma forma de reconhecimento ao trabalho social e cultural desenvolvido no Município.

A seleção consiste em duas etapas. Na primeira, médicos, fisioterapeutas, professores de educação física e dança vão analisar postura, habilidades físicas, motoras, sinais vitais e percentuais de massa corpórea.

Na segunda etapa, artística-musical, profissionais da dança, reconhecidos no Brasil e exterior, avaliam as habilidades técnicas, artísticas e musicalidade do candidato. O resultado final que elegerá 40 alunos será divulgado no dia 27 de outubro.

As aulas começam no início do próximo ano. O curso tem duração de oito anos e inclui aulas práticas e teóricas de balé, música clássica, piano, violino, história da arte, pilates e inglês.

A escola também oferece acompanhamento médico e hospitalar e os selecionados estudam em escolas municipais. Um dos pré-requisitos exigidos para continuação do curso é o bom desempenho do aluno em sala de aula, com notas acima da média.

Foram selecionados pelo russo Pavel Kazarian, supervisor-geral do Bolshoi, as crianças Alexandre Vieira dos Santos, Aline Porto da Silva, Bianca Portela de Jesus, Daiane Brito da Silva, Edilayne da Silva Santos, Erica Santos de Oliveira, Pâmela dos Santos Silva e Rodrigo Pedro Isabel Júnior. Eles vão concorrer com 500 pessoas de todo o Brasil.

A escola de balé da Cidade do Saber atende, gratuitamente, 263 jovens, com aulas durante dois dias da semana. O projeto garante ainda o material para a prática da modalidade. O curso é ministrado por professores da Ebateca de Salvador.

Foto: Agnaldo Silva

Participação na seletiva mostra qualidade do curso de Camaçari -

Mais Notícias

Boletim Epidemiológico de Camaçari – 21 de Janeiro de 2021

Boletim Epidemiológico de Camaçari – 21 de Janeiro de 2021

Sedap dinamiza feiras itinerantes

Sedap dinamiza feiras itinerantes

Decreto prorroga medidas preventivas à Covid-19 até o dia 19 de fevereiro

Decreto prorroga medidas preventivas à Covid-19 até o dia 19 de fev...

Pressione enter para começar a busca ou Esc para fechar a janela.