Bailarinas viajam para seletiva

Iwwa Agência
Publicado 17/10/2013 05:10:39

Para Anna Clara Pinheiro e Thalia Oliveira Barata, ambas de 9 anos, escolhidas para seletiva nacional da Escola de Teatro do Bolshoi no Brasil, e as respectivas famílias, o sonho de se tornar bailarinas profissionais está mais cada vez mais perto.

As garotas viajam sexta-feira (18/10), acompanhadas de duas representantes de Cidade do Saber, para Joinville, Santa Catarina, cidade onde fica a filial da renomada escola de balé. Elas vão participar da segunda e última fase classificatória da seleção, que acontece no final de semana, nos dias 19 e 20 de outubro.

As jovens foram pré-selecionadas durante a 8ª edição do Ballace – Festival Nacional de Dança, realizada no mês de junho, no Teatro da Cidade do Saber, oportunidade em que concorreram com outras 28 alunas do curso de balé da instituição.

As duas meninas e os familiares estão bastante animados e confiantes com a nova fase que estão vivendo. É o caso de Juliana Pinheiro, 37 anos, estudante universitária, moradora da Gleba C, mãe de Anna Clara Pinheiro.

Para ela, permitir que a filha realize o sonho é o mais gratificante. “Ainda não estou nutrindo nenhum sentimento a respeito, no entanto, estou bastante feliz. Vou deixar a ansiedade e a apreensão para quando ela for efetivamente selecionada. Aí, sim, vou liberar minhas emoções. Estou preparando ela para tudo que pode vir daqui para frente”, disse emocionada.

Para Anna Clara Pinheiro estudante do 5º ano do ensino fundamental, começar a estudar balé na Cidade do Saber há três anos foi a grande descoberta de sua vida. A menina foi pré-selecionada no ano passado, mas não conseguiu a vaga. Bastante decidida ela declara que mesmo que não consiga outra vez está feliz só em poder participar. “Se passar, sei que a saudade da minha família vai ser grande, mas estou preparada para tudo e me tornar uma bailarina profissional é minha meta. Vou lutar por isso,” revelou.

A doméstica Vivian Cristina de Oliveira, 35 anos, mãe de Thalia Oliveira Barata, não se contém de orgulho da filha. “Estou disposta a fazer de tudo para realizar o sonho dela. E não poderia deixar de agradecer à Prefeitura, pois é a grande incentivadora desta realização. Serei eternamente grata por isso, pois sei que tudo que está sendo feito é para a evolução das nossas crianças”, disse a moradora de Arembepe.

Estudante do 5º ano do ensino fundamental, Thalia Oliveira Barata faz balé na Cidade do Saber há um ano. Ela se mostrou bastante determinada e madura ao dizer que essa é uma oportunidade importante de crescimento em sua vida. O que a despertou para a dança foram os filmes e os desenhos em que tinham personagens bailarinas. “Quero me tornar uma bailarina famosa igual as da televisão. Elas são tão lindas e elegantes. Este é meu grande sonho”, revelou.

Para conquistar a vaga e obter a bolsa, as meninas passarão por duas fases avaliativas. Uma avaliação médico fisioterápica, feita por fisioterapeutas, médicos e professores que analisam, entre outros aspectos, a postura, estrutura, habilidades físicas, percentual de massa corpórea, força, musculatura e articulações.

E outra artístico-musical e cognitiva, quando profissionais da dança, músicos e professores avaliam as habilidades técnicas e artísticas, musicalidade, projeção cênica e também o desempenho intelectual dos candidatos.

Uma vez escolhidas, Anna Clara Pinheiro e Thalia Oliveira Barata irão morar e estudar em Joinville e se tornarão as novas residentes da Casa Social mantida pela Prefeitura na capital catarinense, desde 2008, onde já estudam Alexandre Vieira, Andressa Araújo, Danilo Henrique Albino, Érica Santos e Pâmela Santos, ex-alunos da Cidade do Saber, que estão sendo preparados para serem profissionais completos na arte da dança.

Além do ensino gratuito, as crianças contempladas com a bolsa de estudo na Escola do Teatro Bolshoi recebem benefícios como alimentação, transporte, uniformes, figurinos, orientação pedagógica, assistência odontológica preventiva, atendimento fisioterápico, nutricional e assistência médica de emergência/urgência pré-hospitalar. 

Os alunos ainda participam de intercâmbios internacionais, mostras artísticas, oficinas, palestras e têm acesso a laboratório de informática e música.

 

 

 

Foto: Nelinho Oliveira

Bailarinas de Camaçari tentam vagas no Bolshoi -

Mais Notícias

Sedes promove tarde de circo para idosos do Conviver neste sábado (28)

Sedes promove tarde de circo para idosos do Conviver neste sábado (28)

Campanha São João de Prêmios Camaçari 2022 é lançada

Campanha São João de Prêmios Camaçari 2022 é lançada

Sobe para três o número de óbitos suspeitos por dengue hemorrágica em Camaçari

Sobe para três o número de óbitos suspeitos por dengue hemorrágica ...

Pressione enter para começar a busca ou Esc para fechar a janela.