Atividades prosseguem neste sábado

Iwwa Agência
Publicado 17/11/2012 09:11:00

As ações do projeto Novembro Negro prosseguem neste sábado (17/11), às 16h, com uma aula show cujo tema é Negro, a raiz da liberdade. A iniciativa acontece no Teatro Alberto Martins e será apresentada pelo grupo político-cultural de Camaçari, Candeeiro Urbano.

No dia 20 de novembro (terça-feira), data em que é comemorado o Dia da Consciência Negra, a Prefeitura, através da Secin (Secretaria da Cidadania e Inclusão), promove uma feijoada no Espaço Conviver ao meio-dia. Às 14h, será realizada uma caminhada do Centro Administrativo à Praça Desembargador Montenegro.

Na sexta-feira (16/11), as atividades do Novembro Negro foram abertas com a palestra As cotas e as suas consequências, ministrada por Valdir Estrela, no Teatro Alberto Martins. Integrante da Unegro (União de Negros pela Igualdade), o palestrante discorreu sobre o sistema de cotas raciais na sociedade moderna e as implicações para a população. Ao final da explanação, foi aberto o debate. 

A iniciativa contou com a participação de integrantes de diversos segmentos da sociedade civil organizada de Camaçari. Após a palestra, eles assistiram a um espetáculo artístico e cultural do grupo de dança folclórica, Ala Ketu.  

“Acho importante que ações como estas sejam realizadas no Município. Sempre faço questão de participar, pois projetos assim contribuem para elevar o nível de consciência das pessoas e possibilitam que o povo se expresse”, comentou, o músico Ailton Oliveira, 28 anos.

O Novembro Negro visa mobilizar a comunidade no que diz respeito ao combate à descriminação racial no Município. “Este é o momento de reafirmar a luta contra todo tipo de descriminação racial”, frisou o secretário da Cidadania e Inclusão de Camaçari, Carlos Silveira. Ele ainda observou que o governo municipal tem avançado muito na criação de políticas afirmativas para a população negra.

O titular da Coopir (Coordenação da Promoção da Igualdade Racial), Ives Pires, ressaltou que o momento é bastante propício para refletir sobre as conquistas e os benefícios alcançados nos últimos anos. Ele ainda lembrou que é bom estimular a população a se engajar nos movimentos sociais, “pois são instrumentos que permitem o governo conhecer as reais necessidades das pessoas”.

As atividades do projeto Novembro Negro em Camaçari são realizadas através de parceria entre a Secin e a Seduc (Secretaria da Educação), além de contar com o apoio do Coletivo de Desenvolvimento da Comunidade Negra Camaçariense.

 

Slideshow | 6 fotos

Atividades prosseguem neste sábado

Mais Notícias

Sedes promove tarde de circo para idosos do Conviver neste sábado (28)

Sedes promove tarde de circo para idosos do Conviver neste sábado (28)

Campanha São João de Prêmios Camaçari 2022 é lançada

Campanha São João de Prêmios Camaçari 2022 é lançada

Sobe para três o número de óbitos suspeitos por dengue hemorrágica em Camaçari

Sobe para três o número de óbitos suspeitos por dengue hemorrágica ...

Pressione enter para começar a busca ou Esc para fechar a janela.