Atividades pedagógicas avaliam o ensino

Iwwa Agência
Publicado 05/11/2010 05:11:41

A Coordenação das Ações de Ensino da Orla realizou durante toda sexta-feira (05/11), diversas atividades para os professores da rede municipal.

Na antiga Vaca Mecânica, em Arembepe, aconteceu a 5ª Mostra de Experiências Pedagógicas em Educação Infantil das Escolas da Orla. Já na Escola Municipal Marquês de Abrantes, em Vila de Abrantes, foi realizado o II Seminário Educando com a Diversidade: Educação Inclusiva.

Em Arembepe, 30 professores que atuam nas classes de Educação Infantil do Campo tiveram oportunidade de refletir sobre a prática pedagógica e contribuir com o processo de letramento das crianças.

Para a professora, Ilsa Santos, “este é o momento que colocamos em prática as experiências e compartilhamos com os outros a melhor maneira para desenvolver o ensino e a aprendizagem de forma significativa”.

Os trabalhos foram conduzidos pela especialista em Educação Infantil da rede municipal de Salvador, Sônia Beatriz Leal, que na oportunidade também ministrou uma oficina de consolidação da base alfabética.

Segundo ela “a troca de experiências é um momento de reflexão e as práticas validam o aprendizado”.

A ação é realizada pela Secretaria Municipal da Educação (Seduc) e conta com o apoio da Empresa Millenium e do Programa Proinfância, que é esenvolvido pela rede Municipal de ensino.

                            EDUCANDO COM A DIVERSIDADE

O II Seminário Educando com a Diversidade: Educação Inclusiva, realizado em Vila de Abrantes, teve a finalidade de debater e dar uma formação conceitual e prática para que o processo de inclusão escolar aconteça de forma gradativa e reflexiva.

Foram ministradas palestras sobre a Multiplicidade dos educandos no contexto escolar e Deficiência e democracia representativa brasileira.

Também foram realizadas oficinas inclusivas sobre Dificuldade de aprendizagem, Libras (Língua Brasileira de Sinais), Distúrbios de comportamento, além de Cuidado do educador. 

A iniciativa tem como foco alunos portadores de surdez, dificuldade de aprendizagem, distúrbios de comportamento, além de dificuldades mentais. O evento, que reuniu cerca de 100 pessoas, contou com as presenças dos alunos do Centro Educacional Sons no Silêncio (CESS), destinado às pessoas com deficiência auditiva.

Segundo o aluno Lucas Pereira, 16 anos, é gratificante saber que o Município tem avançado na questão da educação especial.

Para a coordenadora das Ações de Ensino da Orla, Kadja Grimaldi, ampliar o debate sobre a diversidade, “melhora as condições dos alunos que são atendidos pela rede municipal e também dá um suporte aos educadores”.

O evento foi realizado pela Secretaria da Educação, através da Coordenação das Ações de Ensino da Orla, e pelo Núcleo de Estudos e Pesquisas em Educação de Camaçari (Nepec).

Slideshow | 3 fotos

Atividades pedagógicas avaliam o ensino

Mais Notícias

Boletim Epidemiológico de Camaçari – 4 de dezembro de 2021

Boletim Epidemiológico de Camaçari – 4 de dezembro de 2021

Zona rural é contemplada com a entrega itinerante do cupom da Cesta de Natal

Zona rural é contemplada com a entrega itinerante do cupom da Cesta...

Dia D da vacinação contra a Covid movimenta unidades de saúde

Dia D da vacinação contra a Covid movimenta unidades de saúde

Pressione enter para começar a busca ou Esc para fechar a janela.