Atividade promove a inclusão social

Iwwa Agência
Publicado 19/10/2010 05:10:15

Música e animação marcaram a 1ª Mostra de Arte e Cultura de Saúde Mental realizada pelo Centro de Atenção Psicossocial (Caps) da orla, nesta terça-feira (19/10), em Vila de Abrantes.

O objetivo do evento é promover a inserção dos usuários do Caps na sociedade, além de desenvolver a capacidade de expressão através da arte.

Cerca de 30 usuários do Caps de Vila de Abrantes expuseram um painel de pinturas feito sob a orientação de uma artista plástica e trabalhos realizados com argila. Durante o evento também foram apresentados diversos números artísticos.

A comunidade local participou da Mostra através da apresentação do grupo de capoeira, do grupo de Teatro Anos Dourados, com o espetáculo Mostra sua cara, e do grupo de samba de roda Boi Bonito.

De acordo com a coordenadora do Caps orla, Carla Freire Cid, todas as atividades desenvolvidas no Centro são de cunho terapêutico.

“A partir deste trabalho os usuários ganham mais oportunidade para se expressar e, consequentemente, os profissionais ganham maiores perspectivas de compreendê-los”, disse.

Com um sorriso no rosto, André Martins, usuário do Caps, mostrava com orgulho o trabalho que fez em argila. “Aqui é a Fonte Nova”, disse. Da mesma forma estava Raimunda Santos, que exibia com muita alegria as bonecas em argila que fez.

A coordenadora de Saúde Mental do Município, Célia Baqueiro, parabenizou o trabalho desenvolvido pela equipe do Caps e afirmou que o objetivo é realizar mais ações deste cunho.

“Fico contente em ver este lindo trabalho, pois desta forma é possível mostrar o grande potencial dos usuários”. comemorou.

Os artistas plásticos Paulo Serra e Louise Vitória, moradores da localidade, auxiliaram nas atividades artísticas do Centro.

A 1ª Mostra de Arte e Cultura de Saúde Mental faz referência ao dia 10 de outubro, quando é comemorado o Dia Mundial da Saúde Mental.

SEDE

A praça Desembargador Montenegro também foi palco da 1ª Mostra de Arte e Cultura da Saúde Mental da sede de Camaçari.

O Cesme (Centro de Especialidades em Saúde Mental de Camaçari) promoveu diversas atividades como jogos de dominó, baralho e dama, além de apresentação de música, capoeira, poesia, teatro e oficinas de cestaria com material reciclado.

Os usuários tiveram oportunidade de expressar as aptidões artísticas, como foi o caso de Adailson Guilhermino, que interpretou músicas do cantor Fábio Júnior, e de Marcos Roberto, que tocou violão.

A população se mostrou solidária com a iniciativa e participou ativamente do evento.

“Ações como estas quebram o preconceito de que pessoas portadoras de transtornos mentais são incapazes”, relata emocionada a estudante de Pedagogia, Lucineide Batista, ao assistir as apresentações.

De acordo com o secretario Municipal da Saúde, Camilo Pinto, a 1ª Mostra de Arte e Cultura da Saúde Mental contribui para a socialização das pessoas.

Já a coordenadora do Cesme, Márcia Cosme, explica que os usuários têm capacidades ilimitadas, “basta que a sociedade lhes dê uma oportunidade”.

O evento contou com apoio das secretarias da Cultura (Secult), do Esporte e Lazer, da Limpec e do Centro Multiprofissional de Reabilitação Física (Cempre).

Também esteve presente a responsável pela coordenação de Saúde Mental, Álcool e outras Drogas da Sesau, Célia Baqueiro.

Slideshow | 3 fotos

Atividade promove a inclusão social

Mais Notícias

Boletim Epidemiológico de Camaçari – 28 de novembro de 2021

Boletim Epidemiológico de Camaçari – 28 de novembro de 2021

Boletim Epidemiológico de Camaçari – 27 de novembro de 2021

Boletim Epidemiológico de Camaçari – 27 de novembro de 2021

Feira Multicultural e Ambiental é iniciada na Costa do município

Feira Multicultural e Ambiental é iniciada na Costa do município

Pressione enter para começar a busca ou Esc para fechar a janela.