Adiada Conferência de Economia Solidária

Iwwa Agência
Publicado 15/04/2010 04:04:26

A 2ª Conferência Metropolitana de Economia Solidária, que seria realizada nesta sexta-feira (16/04) e sábado (17/04), foi adiada. A expectativa é que o evento aconteça até o dia 23 deste mês. A nova data está condicionada à forte chuva que acomete a cidade desde a semana passada.

O objetivo do encontro é discutir políticas públicas para o setor. Além de Camaçari, participam os municípios de Lauro de Freitas, Simões Filho, Salvador, Candeias, Dias d´Ávila, Vera Cruz, São Francisco do Conde, Itaparica, Madre de Deus, Mata de São João, São Sebastião do Passé e Pojuca.

As propostas serão sistematizadas e encaminhadas através de relatórios para a etapa estadual, prevista para o próximo mês, em Salvador, e nacional, marcada para acontecer de 16 a 18 de junho, na capital do país.

As discussões serão norteadas por três eixos temáticos, que serão coordenados por especialistas dos temas. O público alvo são os empreendedores, gestores públicos e assessorias dos grupos.

O primeiro tema discute os avanços, limites e desafios da economia solidária no atual contexto socioeconômico, político, cultural e ambiental nacional e internacional.

O direito a formas de organização econômica baseada no trabalho associado, na propriedade coletiva, na cooperação, na autogestão, na sustentabilidade e na solidariedade como modelo de desenvolvimento é o foco do segundo eixo. O terceiro eixo trata sobre a organização do sistema nacional de economia solidária.

A 2ª Conferência Metropolitana de Economia Solidária é resultado da parceria entre a Prefeitura de Camaçari e o governo do Estado, através da Secretaria Municipal de Desenvolvimento Social (Sedes) e Secretaria do Trabalho, Emprego e Renda do Estado (Setre).

ECONOMIA SOLIDÁRIA
Atualmente, existem 350 grupos de economia solidária em Camaçari. As demandas da categoria são discutidas pelo Fórum Municipal, que se reúne quinzenalmente. A entidade é formada pelo poder público, beneficiados e Organizações Não-Governamentais (Ong´s), que dão suporte aos trabalhos.

Os produtos são comercializados através de feiras na praça Desembargador Monte Negro, centro da cidade, além de Guarajuba e no Centro de Comercialização de Arembepe.

Foto:

Mais Notícias

Secult assina mais sete novos contratos do edital Cidade Cultural

Secult assina mais sete novos contratos do edital Cidade Cultural

Prefeitura certifica profissionais da formação em Libras

Prefeitura certifica profissionais da formação em Libras

Horto Florestal Linaldo da Silva sedia Hamburgada do Bem

Horto Florestal Linaldo da Silva sedia Hamburgada do Bem

Pressione enter para começar a busca ou Esc para fechar a janela.

AFFPAY AFFPAY Signup AFFPAY Loginp AFFPAY Affiliates Terms AFFPAY Advertisers Terms AFFPAY Privacy Policy AFFPAY FAQ AFFPAY Contact us