Ação da Prefeitura protege barracas da ressaca

ASCOM BOT
Publicado 08/05/2008 05:05:36

A ressaca marítima, fenômeno natural provocado pelo refluxo das ondas, tem impossibilitado o trabalho de barraqueiros da praia de Guarajuba. A Prefeitura já tomou as providências emergenciais, através da Defesa Civil e da Secretaria de Infra-Estrutura (Seinfra), ouvindo os barraqueiros e buscando agir de forma rápida e eficaz.

A maré tomou o espaço utilizado para colocação de mesas e cadeiras e algumas barracas beiram o desabamento. Após identificação do problema pela Prefeitura, uma empreiteira foi contratada e levou, nesta quinta-feira (08/05), cinco mil sacas para contenção temporária da força do mar, com o trabalho de 25 homens. A barreira de sacas é a forma mais rápida de proteger os quiosques da destruição.

A invasão do mar em Guarajuba deixou os barraqueiros preocupados. Maria São Pedro, 50 anos, trabalha no local há 15 anos e está preocupada com a situação da barraca. “Aqui é o lugar que eu ganho o pão de cada dia”.

Anilton Maximo, 54 anos, mantém a barraca há 32 anos e diz se espantado com a força da natureza. “Nunca vi coisa igual, é a primeira vez que vejo isso aqui”. Justino Gonzaga detém um quiosque em Guarajuba há 25 anos, ele acredita que a solução é recuar as barracas e elogia a ação da Prefeitura. “Nosso prefeito teve personalidade”.

Segundo José Roberto, coordenador da Orla pela Seinfra, a ação imediata dará tempo à secretaria desenvolver um projeto com o enrocamento de pedra.

Mais Notícias

Nota de Pesar

Nota de Pesar

Falta de energia afeta atendimento da Defesa Civil pelo 199

Falta de energia afeta atendimento da Defesa Civil pelo 199

Boletim Epidemiológico de Camaçari – 21 de Janeiro de 2021

Boletim Epidemiológico de Camaçari – 21 de Janeiro de 2021

Pressione enter para começar a busca ou Esc para fechar a janela.