A prioridade é humanizar o atendimento

Iwwa Agência
Publicado 08/02/2011 05:02:40

Mais do que uma unidade de saúde, o Ceonc (Centro de Oncologia de Camaçari) é uma grande família. É assim que muitos pacientes denominam o Centro, que integra o Cuidar (Centro de Unidades de Apoio e Referência em Saúde). A relação positiva construída na unidade se deve, principalmente, ao atendimento humanizado oferecido às pessoas, que são sempre acolhidas pela equipe com muito carinho e amor.

Benedito Maurício da Rocha, 71 anos, diz se sentir no céu com o Ceonc. Acometido de câncer de próstata, em 2009, ele chegou muito nervoso à unidade. Após receber os esclarecimentos a respeito da doença, saiu mais tranqüilo. “Cheguei aqui nervoso, sem saber de nada e saí sabido”, brincou.   

Além das informações passadas, o atendimento oferecido a ele também foi muito elogiado. “Eu cheguei chorando, me sentindo só e fui tão bem recebido que sai sorrindo, por ter encontrado o apoio que precisava”, comentou, ao completar que o Ceonc é uma verdadeira família.

Todo o acolhimento oferecido a Benedito da Rocha foi muito importante para que ele lutasse contra a doença. Ele foi operado há pouco mais de um ano e terça-feira (08/02) iniciou o tratamento com radioterapia. Em abril, ele passará por nova consulta com um especialista para verificar se está curado.

Valdelice Evaristo de Souza, 56 anos, descobriu um câncer de mama no final de 2008. Ela fez a cirurgia e iniciou o tratamento no Ceonc, logo que o Cuidar foi inaugurado. Assim como Benedito, ela não economizou elogios à unidade, que “conta com profissionais muito bons e competentes”.

Valdelice Evaristo ainda acrescentou que o Cuidar é um centro de referência em Camaçari e deveria ser copiado pelos outros municípios.  

Segundo ela, a atenção e carinho dispensados aos pacientes por todos os profissionais que trabalham na unidade são fundamentais para o processo de cura porque estimulam a vencer a doença.

“Eu percebo que as pessoas aqui não trabalham apenas por dinheiro, mas por amor às pessoas. Isso é muito compensador”.

Apesar de estar curada, Valdelice ainda continua o tratamento que dura cinco anos, prazo necessário para verificar se a doença não vai reincidir. Mas, apesar disso, ela se considera vencedora. “Graças a Deus e ao apoio que recebi no Cuidar, consegui vencer a doença, agora só falta reconstruir a mama que perdi”, finalizou.

Como Valdelice, Marilene Brotas Barcelar também sofreu de câncer de mama. Hoje ela está curada, fez a reconstrução de mama e aguarda o prazo de cinco anos para receber alta definitiva.

“Todos aqui se preocupam conosco, têm muito carinho, atenção e sempre nos elogiam, o que ajuda a elevar a nossa auto-estima. O câncer marca muito a vida das pessoas, mas, graças a Deus, o Cuidar também marcou muito a minha vida devido ao apoio e a segurança que encontrei aqui”, concluiu.   

CEONC

O Ceonc é um Centro de prevenção e diagnóstico precoce do câncer e atende as pessoas que tiveram o diagnóstico confirmado nas demais unidades de saúde, assim como as pessoas que suspeitam ter a doença, ao realizar o auto-exame em casa. Atualmente, a unidade acompanha cerca de 2.100 pessoas.

São oferecidas consultas médicas com ginecologista, mastologista e urologista, atendimento de enfermagem e serviço social. Além disso, a unidade realiza a punção de mama, exame necessário para diagnosticar o câncer de mama, biopsia do colo do útero e exames laboratoriais para os pacientes da unidade. Já os serviços de alta complexidade, como quimioterapia, radioterapia e cirurgia, são encaminhados para unidades hospitalares.

Para atender a população, o Ceonc dispõe de uma equipe composta de dois médicos mastologistas, um urologista, um ginecologista, um nutricionista, um enfermeiro assistencial, um coordenador, três técnicos de enfermagem, um assistente social e apoio administrativo.

“Aqui, mais do que o trabalho bem feito, damos muito amor. As pessoas chegam ao Centro no limite emocional e nessas horas um abraço verdadeiro faz muita diferença”, afirmou Luciana Jaqueline, coordenadora do Ceonc.

Inaugurado no dia 5 de fevereiro de 2009, o Cuidar funciona de segunda a sexta-feira, das 8h às 17h. O Centro é composto pelas unidades do Ceonc, do Cempre (Centro Multiprofissional de Reabilitação Física) e da Unifal (Unidade de Apoio às Pessoas com Doença Falciforme).

Slideshow | 4 fotos

A prioridade é humanizar o atendimento

Mais Notícias

Sesp organiza Clamor pelo aniversário de 20 anos do Centro Comercial

Sesp organiza Clamor pelo aniversário de 20 anos do Centro Comercial

Vacinação contra Covid segue para pessoas de 18 anos acima e segunda dose neste sábado (25)

Vacinação contra Covid segue para pessoas de 18 anos acima e segund...

Boletim Epidemiológico de Camaçari – 24 de setembro de 2021

Boletim Epidemiológico de Camaçari – 24 de setembro de 2021

Pressione enter para começar a busca ou Esc para fechar a janela.