100% dos profissionais voltam às aulas com 1ª dose da vacina e 60% com a 2ª

ASCOM
Publicado 26/07/2021 11:07:21

Com a proximidade da retomada das aulas presenciais no município, prevista para ocorrer no dia 16 de agosto, a Prefeitura de Camaçari já assegurou a vacinação de 100% dos profissionais da educação, docentes e não docentes, com a 1ª dose contra a Covid-19. A iniciativa visa garantir a segurança no ambiente de trabalho, e evitar a contaminação pelo coronavírus, sobretudo, aos mais de 37 mil alunos matriculados na Rede Pública Municipal de Ensino.

A Secretaria da Saúde (Sesau) informa que entre os profissionais  imunizados foram utilizados diferentes tipos de imunobiológicos disponíveis. Em maior proporção AstraZeneca, seguida de Pfizer e em menor volume CoronaVac e Janssen. Até o fim do mês de julho, 60% dos profissionais da educação do município, rede pública, privada e de ensino superior, estarão vacinados com a 2ª dose e os outros 40%, estarão com o quadro vacinal completo até o final de setembro.

Conforme a Diretoria da Vigilância a Saúde da Sesau, dos trabalhadores do Ensino Básico da rede pública e privada, que compreende a educação infantil, o ensino fundamental e o ensino médio, 4.257 já foram vacinados.  Ainda segundo informação do departamento, 268 profissionais que atuam no Ensino Superior no município, também já tomaram a 1ª dose.

De acordo com a Secretaria da Educação (Seduc) a mesma oportunidade de vacinação que aconteceu para a rede pública, ocorreu para a rede privada. Ainda segundo a pasta, a Rede Pública Municipal de Ensino de Camaçari possui 2.068 servidores, entre docentes e não docentes (merendeiros, porteiros, serviços gerais, dentre outros).

De acordo com a secretária da Educação, Neurilene Martins, os profissionais da educação estão preparados para receber os alunos neste novo cenário, em que medidas como a utilização de máscaras, o distanciamento e a higienização constantes das mãos precisam ser respeitadas. “Nossos profissionais estão ansiosos pelo momento de retorno às aulas, mas cientes de que para que a volta ocorra de maneira segura à comunidade escolar, é necessário cumprir as medidas de segurança previstas no Protocolo Sanitário para Ambientes Escolares. Para isso, garantimos a vacinação de todos os professores e profissionais da educação”.

Os profissionais da Escola Municipal Professor Luís Rogério de Souza, situada no bairro da Gleba C, falaram sobre o processo de vacinação e da expectativa para o retorno às aulas. A unidade atende 470 alunos, do 6º ao 9º e da Educação de Jovens e Adultos (EJA).

Para a diretora da unidade, Nilzete Cardoso, 63 anos – que já tomou as duas doses e está imunizada – a escola não é nada sem os alunos. “Tudo que fazemos é para eles. Desta forma, a nossa maior vontade no momento é que as aulas voltem para a gente cumprir a nossa missão de educadores”. Ainda segundo ela, falta pouco para a conclusão do processo de vacinação dos profissionais da educação. “Com a aplicação da primeira dose, aliada às medidas que serão adotadas por meio do protocolo sanitário, já se garante uma margem boa de segurança aos alunos e profissionais”.

Tânia Bispo, 61 anos, professora de Língua Portuguesa, também já tomou as duas doses da vacina. Ela disse que é a favor do retorno das aulas semipresenciais, pois entende a enorme perda, pedagogicamente falando, que será para os alunos se continuar da forma que está. “Estou muito ansiosa pelo retorno, não vejo a hora de voltar a lecionar nos moldes convencionais. Esse distanciamento não é bom nem para os alunos, nem para os profissionais da educação”. Com relação ao plano de imunização aplicado no município, ela falou que a prefeitura está de parabéns.

A secretária escolar da unidade, Leiva Alves, 44 anos, já tomou a primeira dose e disse que está próximo de tomar a segunda. Fico muito feliz em saber que 100% dos profissionais de educação estão vacinados com a 1ª dose. Estamos prontos para aplicar o protocolo sanitário e retornar com toda segurança”, destacou.

Para a auxiliar administrativo, Marluce Souza, 28 anos – mais uma profissional da educação imunizada com as duas doses – estão sendo tempos difíceis, sobretudo, por conta dos alunos não estarem podendo comparecer às escolas. “Mas graças a Deus, aos poucos, um novo normal está se estabelecendo e iremos nos adaptar a ele”.

Edilene Almeida, 35 anos, auxiliar de limpeza, que tomou as duas doses, e Verônica Evangelista, 46 anos, auxiliar de serviços gerais, que tomou uma dose até agora, falaram que já receberam todos os treinamentos necessários, com relação ao protocolo sanitário, para o volta às aulas. Segundo elas, a única coisa que falta é os alunos chegarem para colocarem em prática a nova rotina.

O Protocolo Sanitário para Ambientes Escolares foi publicado no Diário Oficial do Município (DOM) número 1.596, em 8 de fevereiro. O documento foi elaborado pela Prefeitura de Camaçari, por intermédio das secretarias da Saúde (Sesau) e da Educação (Seduc).

Mais Notícias

Vacinação contra Covid será suspensa em Camaçari nesta terça (28)

Vacinação contra Covid será suspensa em Camaçari nesta terça (28)

ISSM e Secad promovem Seminário sobre Previdência para servidores de RHs

ISSM e Secad promovem Seminário sobre Previdência para servidores d...

Abertas inscrições para cursos de qualificação profissional em Barra do Jacuípe

Abertas inscrições para cursos de qualificação profissional em Barr...

Pressione enter para começar a busca ou Esc para fechar a janela.