Solicitação para auxílio emergencial já pode ser realizada

ASCOM
Publicado 07/04/2020 02:04:07

Trabalhadores informais, Microempreendedores Individuais (MEI), autônomos e desempregados já podem realizar cadastro para solicitar o Auxílio Emergencial do Governo Federal, com valor de R$ 600. O procedimento deve ser feito através do site https://auxilio.caixa.gov.br/#/inicio ou do aplicativo CAIXA | Auxílio Emergencial, que foi liberado nesta terça-feira (7/4). Para tirar dúvidas, o cidadão conta ainda com uma central telefônica, que pode ser acessada por meio do número 111.

O benefício tem como objetivo fornecer proteção emergencial no período de enfrentamento à crise causada pela pandemia do coronavírus (Covid 19), e será pago por três meses, para até duas pessoas da mesma família. Nas residências em que a mulher seja a única responsável pelas despesas da casa, o valor pago mensalmente será de R$1.200,00.

As pessoas que já recebem o Bolsa Família, ou que estão inscritos no Cadastro Único (CadÚnico) até o dia 20 de março, não precisam se inscrever, o pagamento será feito automaticamente, desde que atendam as regras do programa. Os beneficiários do Bolsa Família só receberão caso o valor do Auxílio Emergencial seja maior, o qual será pago durante o período, ou seja, os dois benefícios não serão somados.

Em entrevista coletiva, o presidente da Caixa Econômica Federal, Pedro Guimarães, explicou que a solicitação pelo aplicativo pode ser feita por quem tem celular pré-pago, mesmo sem crédito. “Em último caso, poderá procurar as agências da Caixa ou lotéricas”. Ele ainda explicou que o objetivo é fazer o banco de dados o mais rápido possível, mas quem chegar depois vai ter o dinheiro recebido, o que pode ser duas ou três parcelas de uma vez só, a depender da data que foi feita a solicitação.

O cadastro só pode ser realizado com o número do CPF, depois de realizado, a pessoa pode acompanhar se vai receber o auxílio emergencial, consultando no próprio site ou APP. A previsão é que o pagamento seja iniciado até a próxima quinta-feira (9/4) para correntistas da Caixa e do Banco do Brasil, o que significa estar disponibilizado em conta, para pagamentos, por exemplo, mas para saque haverá um cronograma, o que não será disponibilizado no começo, já que a intenção é não aglomerar pessoas.

O ministro da Cidadania, Onyx Lorenzoni, falou sobre o período de vigência do auxílio que determina a cobertura por 90 dias. “A história das epidemias no século 20, duram em média de 12 a 14 semanas, entre a curva ascendente, o platô e depois a queda. Essa formulação deve se repetir com a Covid-19, portanto, teoricamente, esse apoio de 90 dias deve ser suficiente. Nós vamos acompanhando e vendo a necessidade de uma eventual suplementação”.

REQUISITOS PARA O AUXÍLIO EMERGENCIAL

  • Ser maior de 18 anos de idade;
  • Não ter emprego formal;
  • Não receber benefício previdenciário ou assistencial, seguro-desemprego ou de outro programa de transferência de renda federal que não seja o Bolsa Família;
  • Renda familiar mensal per capita (por pessoa) de até meio salário mínimo (R$ 522,50) ou renda familiar mensal total (tudo o que a família recebe) de até três salários mínimos (R$ 3.135,00);
  • Não ter recebido rendimentos tributáveis, no ano de 2018, acima de R$ 28.559,70;
  • Exercer atividades em uma das seguintes condições: de microempreendedor individual (MEI); ser contribuinte individual ou facultativo do Regime Geral de Previdência Social (RGPS); ou ser trabalhador informal;
  • Ter cumprido o requisito de renda média até 20 de março de 2020.

Mais Notícias

Vacinação contra Covid-19 avança para idosos de 79 anos acima neste domingo (7/3)

Vacinação contra Covid-19 avança para idosos de 79 anos acima neste...

Boletim Epidemiológico de Camaçari – 6 de março de 2021

Boletim Epidemiológico de Camaçari – 6 de março de 2021

Com participação de Elinaldo em reunião, governador decide ampliar medidas restritivas em toda RMS

Com participação de Elinaldo em reunião, governador decide ampliar ...

Pressione enter para começar a busca ou Esc para fechar a janela.