Sefaz lança Planejamento Estratégico Participativo
Nelinho Oliveira
Foto da Notícia O secretário Paulo César fala sobre o PEP
Servidores da Secretaria da Fazenda (Sefaz) de Camaçari se reuniram na tarde de quinta-feira (27/11), no auditório da Prefeitura, para o lançamento do Planejamento Estratégico Participativo (PEP). O guia traz objetivos de longo, médio e curto prazo, para os próximos quatro anos da secretaria.

Durante o evento de lançamento, os funcionários envolvidos no processo de elaboração do PEP foram convidados a se dirigir à frente do palco para receber uma justa homenagem. Todos foram cumprimentados individualmente pela vice-prefeita Tereza Giffoni e o secretário da Sefaz, Paulo Cezar Gomes.

De acordo com o secretário da Fazenda, Paulo Cézar, “o planejamento é a concretização de um sonho abraçado por muitos. Ele representa o novo e trará mudanças positivas para a secretaria”. A cartilha servirá como um instrumento de orientação para todos os funcionários da secretaria, independentemente da posição hierárquica.

A intenção é ser um referencial de excelência nacional na gestão fiscal e financeira, assegurando a qualidade de vida e satisfação dos cidadãos, é o que esclarece o guia. Para o consultor Jader Souza, “hoje é ponto de chegada, pela conclusão do Planejamento Estratégico, mas também é ponto de partida por ser momento de transformar as metas em realidade”.

A iniciativa traduz exatamente a postura de uma secretaria que valoriza a opinião dos colaboradores e que tem preocupação em oferecer o melhor para o Município. Para Astor Abreu, do Controle de Passivo da Sefaz, “não existe Administração com êxito sem um planejamento estratégico eficiente para nortear as ações a serem desenvolvidas e consolidar a secretaria, por isso me sinto orgulhoso em ter contribuído”.

Já para Brizza Nhayara Fonseca, do Desenvolvimento Humano e Organizacional, “O momento agora é de por em prática aquilo que construímos, estou orgulhosa em fazer parte de excelente projeto”.

MEDIDAS INOVADORAS
O planejamento por ser uma ferramenta mais comumente solicitada por empresas privadas, é uma medida inovadora para o Município sendo poucos os casos de organizações públicas que contam com tal ferramenta.

O guia apresenta objetivos estratégicos como a incrementação da receita própria do Município de Camaçari em 37% e diminuição em 40% da divida fundada, ambas até 2011, tendo como referência o ano de 2007.

Para a concretização de metas como as apresentadas é necessário realizar planos de médio e curto prazo, como a criação de uma comissão de estudos para elaboração do novo Código Tributário Municipal e posteriormente reformular a legislação, visando modernizar os parâmetros de tributação e novas fontes de receitas.

A diferença entre planejamento estratégico participativo para o tradicional está no processo de gestão, enquanto no tradicional a responsabilidade fica por conta do grupo de gestores de mais alto escalão, na participativa há co-responsabilidade, por envolver diversas pessoas dos mais variados níveis administrativos.

As vantagens do processo participativo estão na facilidade em obter uma série de informações do cotidiano que tornam o planejamento estratégico mais próximo da realidade, além de aumentar as possibilidades de concretização do que foi estabelecido, uma vez que foram co-responsáveis pelo processo de elaboração.

Luanna Cavalcanti

Rua Francisco Drumond, S/N, Centro Administrativo. CEP. 42.800-000 / Camaçari - Bahia - Brasil Tel. +55 71 3621 6801
© 2014 Prefeitura Municipal de Camaçari - Desenvolvimento - Secad/CCTGI/GEPRO