Sedes realiza lançamento do Novembro Negro no Teatro Alberto Martins

ASCOM
ASCOM
Publicado 08/11/2018 01:11:20

A Secretaria de Desenvolvimento Social e Cidadania (Sedes), através da Coordenadoria de Igualdade de Direitos e Combate à Discriminação, promoveu nesta quarta-feira (07/11) o lançamento da programação do Novembro Negro, no Teatro Alberto Martins.

As comemorações do Novembro Negro são voltadas para relembrar a resistência e luta dos afrodescendentes, que tiveram como marco o dia 20 de novembro, data instituída como o Dia Nacional de Zumbi e da Consciência Negra, em referência ao líder negro Zumbi dos Palmares, falecido nesta data, no ano de 1695.

Na mesa solene do evento, marcaram presença a secretária de Desenvolvimento Social e Cidadania, Ilay Ellery; a gerente da Coordenação de Igualdade de Direitos e Combate à Discriminação, Riviane Valongo; Mãe Lia, representando o Povo de Santo; as professoras Magali Sales, Nelvani Rodrigues e Anete Simões; além do sociológo Jairo Pinto.

Durante o evento, diversas apresentações foram realizadas para o público, composto por estudantes do Colégio Municipal São Tomaz de Cantuária. E ainda teve palestra do sociólogo Jairo Pinto, cujo tema foi “A importância do 20 de novembro”.

Dentre as atrações culturais estiveram o Grupo de Capoeira Inclusiva (GCI); o Grupo Cultural Berimbau das Artes; musicais com Acoaionara Maria dos Santos e Railda Melo; apresentação da Família Tríplice – grupo de rap; Sarau da Onça; recital de poesia com Jonas Gabriel e Jairo Pinto; e ainda o cantor Anísio FIlho.

“Nós temos um déficit muito grande com a questão da escravidão no nosso país e nós precisamos neste mês de novembro tornar isso mais evidente. Não existe raça pura, está tudo misturado”, enfatizou a secretária de Desenvolvimento Social e Cidadania, Ilay Ellery.

“Estamos aqui abrindo o nosso Novembro Negro em comemoração ao 20 de novembro. Precisamos nos apropriar da nossa história. Não somos escravos, precisamos entender que fomos trazidos como escravos, mas entendemos e sabemos que somos todos iguais e juntos somos mais fortes”, disse a gerente da Coordenação de Igualdade de Direitos e Combate à Discriminação, Riviane Valongo.

Para o estudante do Colégio Municipal São Tomaz de Cantuária, João Vinicius, de 16 anos, esse tipo de evento é de extrema importância. “É válido a gente ter espaços para discutir a importância da nossa raça e também os impactos gerados com o preconceito e o racismo. A gente só vai acabar com esse tipo de coisa se forem feitos projetos, debates, palestras em que esses assuntos sejam temas”, destacou o jovem.

Ao todo, mais sete eventos serão realizados ao longo do mês, em comemoração ao Novembro Negro. Confira:

13.11 – Seminário: “Saúde da População Negra” – Auditório da SEGOV – 9h;

19.11 – Seminário: “A importância do dia 20.11 para valorização do povo negro” – Câmara de Vereadores, das 9h às 12h;

21.11 – Roda de Conversa Inter-Religioso, discutindo e debatendo intolerância religiosa – Teatro Alberto Martins – 9h;

22.11 – Valorização e Autoestima da Mulher Negra – CRAS do Caminho do Mar – 9h;

24.11 – Sarau na Orla – Praça das Amendoeiras em Arembepe – a partir das 13h;

26.11 – Valorização, autoestima e construção da identidade negra – CRAS Phoc III – 9h;

27.11 – Valorização, autoestima e construção da identidade negra – CRAS Vila de Abrantes – 14h às 17h.

Slideshow | 6 fotos

Sedes realiza lançamento do Novembro Negro no Teatro Alberto Martins

Mais Notícias

Rio Camaçari: Prefeitura publica edital para contratação de empresa que executará obra

Rio Camaçari: Prefeitura publica edital para contratação de empresa...

Prefeitura de Camaçari realiza Natal Solidário

Prefeitura de Camaçari realiza Natal Solidário

Camaçari terá unidade da Casa Abrigo da Mulher

Camaçari terá unidade da Casa Abrigo da Mulher

Pressione enter para começar a busca ou Esc para fechar a janela.