Professores avaliam e compartilham experiências do Google for Education

ASCOM
ASCOM
Publicado 29/01/2020 10:01:16

Professores que já trabalham com o projeto Google for Education participaram, na terça-feira (28/1), de uma pausa avaliativa da ação, que foi implantada de forma piloto em 15 escolas da rede municipal. Na oportunidade, eles fizeram uma avaliação da utilização da plataforma e ainda foi proposta a formação de um Grupo de Trabalho (GT) de governança.

O encontro ocorreu para fazer uma escuta dos pontos positivos e negativos, com o objetivo de melhorar as questões antes da implantação nas demais escolas, já que a Prefeitura de Camaçari decidiu ampliar o programa, que agora não atenderá apenas ao ensino fundamental, mas chegará a todas as 102 escolas da rede e, para isso, já foram adquiridos cerca de 4.000 Chromebooks.

A secretária de Educação, Neurilene Martins, destacou a necessidade da implantação de uma política pública que reconheça a tecnologia como um dos pilares da inovação pedagógica e que o mais importante dessa reunião é a formação de um GT “para cuidar desta ação, do ponto de vista de quem vive a escola e está no dia a dia com as crianças”.

Um dos responsáveis pelo Google for Education na Diretoria Pedagógica, Edmilson Jesus Santos, falou sobre o andamento do projeto. “A maioria das 15 escolas já estão utilizando as ferramentas, já tiveram formações, com 269 professores, prosseguiram em uma formação continuada on-line, e já tiveram uma segunda etapa de formação. A rede já começou a entregar os Chromebooks para as demais escolas e a estimativa é que em março, no início do ano letivo, todas as escolas já estejam com os aparelhos e já comece a agenda de formação”.

Dentre as avaliações feitas pelos professores, alguns pontos positivos foram pontuados, como ter os resultados das avaliações assim que terminam, perceber que os alunos passaram a fazer as atividades extraclasses e alguns, que faltavam, voltaram a frequentar as aulas e melhora nas notas. Na escuta dos professores, ainda foram pontuadas estratégias de utilização da plataforma, como off-line, e problemas como de estrutura e da necessidade de uma formação continuada, que já foi definida. As 102 escolas ainda contarão com lousas, uma mais básica e uma com mais tecnologia que estará em espaços mais amplos, como auditórios, com mais interação.

A professora da Escola Municipal Joana Angélica falou sobre o projeto. “Lá na escola a gente usa com muita tranquilidade, os alunos gostam muito. Utilizamos para pesquisa, trabalhos e projetos na escola. Todas as turmas utilizam e no dia que a gente trabalha nos chromebooks é uma festa para eles”. Já a professora da Escola Municipal do Natal, Tânia Virgínia, falou sobre o encontro. “Percebo que é aquele turbilhão de emoções e sensações quando o novo chega, que nos tira desse lugar comum. Acredito que esse momento de compartilhamento de experiências é muito importante”.

Como piloto, os aparelhos foram distribuídos em 15 unidades de ensino. Na sede, foram: Centro Educacional Paulo Freire, Colégio São Tomaz de Cantuária, Centro Educacional Anísio Teixeira, e as escolas municipais Virgínia Reis Tude, Joana Angélica, Sônia Regina de Souza, Zumbi dos Palmares, Luís Pereira Costa e do Natal. Já na orla, o projeto chegou às escolas municipais Eliza Dias de Azevedo, Coqueiro de Arembepe, Barra do Jacuípe e Barra do Pojuca, além dos centros educacionais Tancredo Neves e Senhor dos Passos.

Slideshow | 5 fotos

Professores avaliam e compartilham experiências do Google for Education

Mais Notícias

Sesau altera funcionamento das unidades de saúde para enfrentamento da pandemia

Sesau altera funcionamento das unidades de saúde para enfrentamento...

Cestas de Páscoa são entregues nas localidades mais distantes nesse domingo (5)

Cestas de Páscoa são entregues nas localidades mais distantes nesse...

Centro de Enfrentamento ao Coronavírus de Monte Gordo começa a funcionar nesta segunda (6)

Centro de Enfrentamento ao Coronavírus de Monte Gordo começa a func...

Pressione enter para começar a busca ou Esc para fechar a janela.