Prefeitura articula com SPU intervenções imediatas em Guarajuba em razão do avanço do mar

ASCOM
ASCOM
Publicado 21/03/2019 05:03:35

A Prefeitura de Camaçari está agindo para reduzir os impactos causados pelo avanço do mar na Praia do Porto, em Guarajuba. Com as mudanças climáticas, a intensidade das ondas no local tem causado um aumento do processo de erosão na região, resultando no desabamento do calçadão existente à beira mar, derrubando coqueiros, além de desmontar parte do enrocamento de contenção instalado preventivamente em um trecho da praia.

Buscando soluções que minimizem o impacto e garantam a permanência de uma faixa mínima de uso público entre o mar e os empreendimentos da região, na manhã desta quinta-feira (21/03), o secretário de Turismo, Gilvan Souza, e a assessora especial do prefeito, a urbanista Juliana Paes, se reuniram com o superintendente do Patrimônio da União na Bahia, Salomão José de Santana. Na oportunidade, foram apresentados os relatórios da Secretaria de Desenvolvimento Urbano (Sedur) e da Defesa Civil, sobre o processo de erosão e a necessidade, em regime de emergência, de uma intervenção no local.

No relatório da Defesa Civil, o coordenador Ivanaldo Soares informa que, após vistoria técnica na área que apresenta maior comprometimento pela erosão, foi determinada a interdição, “no intuito de alertar e prevenir acidentes envolvendo vidas humanas”. O documento, assinado pelo engenheiro civil Raimundo José Ferreira, relata sobre o risco iminente de um novo deslizamento e solicita providências imediatas.

O levantamento da Sedur também indica a urgência para elaboração de um plano de intervenção e aponta que o processo de erosão atinge um trecho de aproximadamente um quilômetro ao longo da Praia do Porto. “O que estamos buscando é uma alternativa de intervenção no sentido de preservar a área de domínio público que é usada para lazer e acesso da população em geral, além de ser símbolo de identidade da comunidade de Guarajuba, a exemplo do calçadão”, explica a urbanista Juliana Paes.

Na reunião, ficou definida a formação de uma mesa de diálogo envolvendo a Superintendência do Patrimônio da União (SPU), a Prefeitura de Camaçari, o Ministério Público e os órgãos ambientais estaduais para buscar uma solução técnica que não represente prejuízos futuros a área de praia e de domínio público. “No momento, estamos em fase de planejamento e diagnóstico. A Prefeitura tem estudos e projetos para intervenção no local, mas precisa da liberação dos órgãos responsáveis para intervir nessa área que é de domínio da União. Preventivamente, o prefeito Elinaldo liberou a estrutura necessária para intervenções após essa liberação”, informa o secretário de Turismo, Gilvan Souza.

Slideshow | 4 fotos

Prefeitura articula com SPU intervenções imediatas em Guarajuba em razão do avanço do mar

Mais Notícias

Vila de Abrantes recebe UBS completamente requalificada

Vila de Abrantes recebe UBS completamente requalificada

Interdição de trecho sob o viaduto da Cascalheira gera mudança de trânsito

Interdição de trecho sob o viaduto da Cascalheira gera mudança de t...

Pressione enter para começar a busca ou Esc para fechar a janela.