Prefeito recebe famílias em processo com a Caixa

ASCOM BOT
Publicado 18/04/2018 12:04:12

Atentos às questões sociais do município, o prefeito Elinaldo Araújo e o secretário da Habitação, Júnior Borges, receberam no auditório da prefeitura, na manhã da última terça-feira (17/04), um grupo formado por famílias que ocupam de forma irregular, casas nos condomínios residenciais Caminho do Rio e Pardais, desde agosto de 2016, durante a gestão anterior e outras que estão desabrigadas. A Caixa Econômica Federal conseguiu derrubar uma liminar que garantia a permanência de 50 pessoas nas residências – de um total de mais de 80 –, a ideia do encontro foi buscar o apoio da prefeitura para chegar a uma solução que seja positiva para os envolvidos no processo.

Preocupado em resolver o problema de quem está irregular, bem como das outras 30 famílias que ainda estão sem moradia, o prefeito Elinaldo ressaltou que vai dialogar junto à instituição, para que as pessoas não sejam prejudicadas. “Estamos muito bem intencionados em resolver a vida de todos, mas tem coisas que a gente tem que tratar com muito cuidado e paciência porque nós não podemos desrespeitar uma decisão da justiça. Minha vontade é resolver, mas temos que fazer isso dentro da legalidade e com muito diálogo com a Caixa e com as pessoas envolvidas no processo”, disse o prefeito.

De acordo com o secretário Júnior Borges, uma das possibilidades encontradas pelo governo para solucionar o problema é investigar os casos em que as pessoas que receberam as casas não atendem aos critérios utilizados pela Caixa. O secretário disse ainda que uma investigação será iniciada nos próximos dias para comprovar se os contemplados com as casas estão utilizando realmente o imóvel para morar, já que existem denúncias de aluguel, venda e uso para fins comerciais. Nesse caso, após um acordo com a Caixa, as famílias poderiam ser remanejadas para as moradias liberadas. “Só ficarão as famílias que se encaixam nos critérios do município e do governo federal. Vamos fazer uma força tarefa, mas não podemos resolver o problema cometendo irregularidades”, destacou o secretário da Habitação, Júnior Borges.

Na reunião também estava presente o gerente da Agência 1051 em Camaçari, Rafael Neiva, que falou sobre a importância da população ajudar a Caixa como agentes fiscalizadores. “Se cada um aqui fizer sua parte, observando e registrando as irregularidades, diminuiremos o índice de pessoas sem habitação no município. A gestão é parceira e está comprometida em resolver essa situação”, pontuou.

Feliz com o resultado do encontro, a estoquista Lucineide Lima acredita que tudo será resolvido. “Primeiramente agradeço a Deus, depois ao prefeito e ao secretário que estão empenhados e do nosso lado”, relatou.

Ficou definida ao final da reunião que será realizada uma audiência de conciliação entre a Caixa, a justiça e a Prefeitura de Camaçari. Vale salientar que o município hoje conta com 12 mil unidades habitacionais do Programa Minha Casa Minha Vida.

Foto: Tiago Pacheco

Elinaldo ressaltou que vai dialogar junto à instituição -

Mais Notícias

Vacinação contra Covid-19 avança para idosos de 79 anos acima neste domingo (7/3)

Vacinação contra Covid-19 avança para idosos de 79 anos acima neste...

Boletim Epidemiológico de Camaçari – 6 de março de 2021

Boletim Epidemiológico de Camaçari – 6 de março de 2021

Com participação de Elinaldo em reunião, governador decide ampliar medidas restritivas em toda RMS

Com participação de Elinaldo em reunião, governador decide ampliar ...

Pressione enter para começar a busca ou Esc para fechar a janela.