ATERRO SANITÁRIO
Direção da Limpec se reúne com catadores
14/07/2017 16h32 - Atualizado em 18/07/2017 10h50
Foto: Thiago Canuto
Foto: Thiago Canuto
Reunião propôs formação de cooperativa e auxilio no bolsa família

Sensibilizada pela necessidade das pessoas que realizam a coleta de materiais recicláveis no aterro sanitário, representantes da empresa de Limpeza Pública de Camaçari (Limpec) se reuniram na manhã desta sexta-feira (14/7) com aproximadamente 40 catadores e recicladores que ainda frequentam irregularmente o local, para apresentarem formalmente a proposta de oferecer apoio jurídico e social para a formação de uma cooperativa, bem como auxílio no processo de cadastramento no Programa Bolsa Família.

A diretora-presidente da Limpec, Janete Ferreira, lembrou que a ação de retirada das pessoas do aterro sanitário é irreversível, visto que a permanência é proibida e perigosa para os catadores, que podem vir a óbito, como ocorreu na gestão passada, quando foram registradas três mortes. “Maquinas trafegam pelo local e acidentalmente podem atingir as pessoas”, esclarece ela.

Na ocasião, a gestora lembrou ainda que a medida está entre as condicionantes do Instituto do Meio Ambiente e Recursos Hídricos (INEMA) para a renovação da licença de operação do aterro, bem como para a sua ampliação. “Sei que essas pessoas sobrevivem da venda desses materiais coletados no aterro, e para isso trabalham em condições desumanas. Por entender a importância disso, nos mobilizamos a ajudá-los”, declara a diretora-presidente da Limpec, ao esclarecer que espera que as pessoas aceitem a proposta, “essa é uma ótima oportunidade para que eles mudem de vida”, finaliza ela.

A proposta agradou ao casal de catadores, Valter Santos, 42 anos, e Rosinalva da Silva, 37, que moram no Parque das Mangabas e há quase oito anos frequentam o aterro e por lá passam boa parte do dia catando o material. Juntos conseguem coletar cerca de 2 mil quilos. “É daqui que sustentamos nossas três filhas. Fiquei muito empolgado com essa proposta, pois acredito que trabalhar de forma coletiva e organizada é um bom negócio para todos, e, além disso, vamos ter condições mais dignas de trabalho”, disse o casal.

A Secretaria do Desenvolvimento Social (Sedes) será parceira da Limpec nessa iniciativa. A secretária da pasta, Simara Ellery, foi representada pela coordenadora de Economia Solidária, Sineide Lopes, que durante o ato, explicou a importância de uma cooperativa. “Os resultados do trabalho coletivo podem ser surpreendentes”, disse ela.



Autor: ASCOM/PMC

Galeria de Fotos

Notícias da Semana
PRINCIPAL OUVIDORIA DIÁRIO OFICIAL PORTAL DE COMPRAS Contra-cheque online Editais
Prefeitura de Camaçari: Rua Francisco Drumond, S/N, Centro Administrativo. CEP. 42.800-000
Camaçari - Bahia - Brasil - Tel +55 71 3621 6666
© 2017 Prefeitura Municipal de Camaçari - Desenvolvimento - Secad/CCTGI/GEPRO