Oficina aborda a Política Nacional para o segmento

ASCOM BOT
Publicado 26/07/2018 03:07:21

Teve início, na manhã desta quinta-feira (26/7), a I Oficina sobre a Política Nacional de Desenvolvimento Sustentável de Povos e Comunidades Tradicionais (PNPCT), realizada no auditório da Secretaria do Governo (Segov), pela Secretaria do Desenvolvimento Urbano e Meio Ambiente (Sedur), por meio da Coordenadoria de Planejamento Ambiental (CPA). O palestrante do dia foi Edmilton Cerqueira, coordenador técnico da Secretaria do Desenvolvimento Rural (SDR) da Bahia, que falou sobre histórico e conceito do PNPCT.

O evento, que encerra nesta sexta-feira (27/7), é parte de um projeto que prevê uma série de ações voltadas para área de educação ambiental, e o aperfeiçoamento do corpo técnico da prefeitura sobre o PNPCT é um passo importante para a consolidação da proposta. A intenção é começar a estabelecer políticas públicas voltadas para a preservação do ambiente com elementos tradicionais, dentre os quais, terreiros, comunidades quilombolas, de povos ciganos, pescadores artesanais e ribeirinhos.

Integrante da equipe técnica da CPA, João Borges explica que para trabalhar junto às comunidades tradicionais é essencial que os técnicos conheçam a PNPCT e seus mecanismos, e compreendam que os povos e comunidades tradicionais possuem valores, características civilizatórias e linguagem própria, que devem ser levadas em conta ao longo de todo o processo. “Temos nossos princípios técnicos de gestão e educação ambiental, mas nós queremos mais, desejamos fazer uma troca de saberes, aliando o conhecimento técnico e científico ao saber tradicional”, declarou.

O diretor de Meio Ambiente da Sedur, Gilberto Campos, ressalta que a iniciativa é inédita no município e diz que vê na ação uma forma de empoderamento do corpo técnico da prefeitura e de fortalecer vínculos com povos e comunidades tradicionais. “Essa formação é um passo importante, e vai, inclusive, nos auxiliar no mapeamento das diversas comunidades tradicionais”, esclareceu o gestor.

A oficina é voltada para 50 técnicos de diversas secretarias, dentre elas a de Desenvolvimento Social (Sedes), da Saúde (Sesau), da Educação (Seduc), de Esporte, Lazer e Juventude (Sejuv), de Desenvolvimento da Agricultura e Pesca (Sedap), da Cultura (Secult) e da própria Sedur. O evento foi aberto também para estudantes da área de meio ambiente, que se fizeram presente, a exemplo dos alunos do 4º ano do curso de Controle Ambiental do Centro Territorial de Educação Profissional da Região Metropolitana (Cetep – RM).

A estudante Núbia dos Santos, 18 anos, acha muito interessante a prefeitura abrir espaço para que alunos possam participar de oficinas como esta. Ela explica que “as palestras são importantes ferramentas de complementação dos conteúdos adquiridos em sala de aula, e que agrega valor ao currículo do educando”, disse ao acrescentar: “espero que outros eventos ocorram e a comunidade educacional participe, essas iniciativas são oportunidades de ampliar conhecimentos”, concluiu.

No primeiro dia do evento também se fez presente no ato a secretária de Relações Institucionais (Serin), Janete Ferreira, e o representante da Secretaria de Promoção da Igualdade Racial (Sepromi) do Estado, Walmir França. Na sexta, o palestrante será o técnico do CPA, João Borges, que vai abordar sobre o Decreto da União de nº 6.040, que instituiu a PNPCT, e sobre os tipos de povos e comunidades tradicionais. Ao fim da oficina, todos os participantes serão certificados.

Slideshow | 3 fotos

Oficina aborda a Política Nacional para o segmento

Mais Notícias

Boletim Epidemiológico de Camaçari – 25 de fevereiro de 2021

Boletim Epidemiológico de Camaçari – 25 de fevereiro de 2021

Sesp altera funcionamento do Centro Comercial e de atividades da pasta

Sesp altera funcionamento do Centro Comercial e de atividades da pasta

Setores da prefeitura tem atendimento ao público modificado

Setores da prefeitura tem atendimento ao público modificado

Pressione enter para começar a busca ou Esc para fechar a janela.