Jogos Escolares reúnem 4 mil alunos de 50 escolas

Iwwa Agência
Publicado 12/05/2008 02:05:43

As seletivas para os Jogos Escolares foram abertas sábado (10/05), com uma solenidade emocionante. Antes das partidas, houve apresentações artísticas dos alunos da escola especial de Camaçari e da Apae (Associação de Pais e Amigos dos Excepcionais). A aluna especial Shirley Salles deu um show e encantou a platéia ao mostrar o que a baiana tem, ao som da música de Dorival Caymmi.

Consolidado no Município, os Jogos Escolares atingiram a marca de 4 mil inscritos e 50 escolas participantes, entre municipais, estaduais e particulares. Devido ao grande número de unidades inscritas na modalidade futsal (43 colégios), a comissão organizadora do evento resolveu promover seis seletivas para classificação das equipes.

As demais, como handebol, basquete, vôlei, atletismo, tênis de mesa e xadrez, terão apenas uma seletiva, marcada para o período de 13 a 18 de agosto. Os jogos, que contarão ainda com a participação de atletas de judô e festival de capoeira, são disputados nas categorias A (15 a 17 anos) e B (12 a 14 anos), masculino e feminino. Como não participam por idade, os alunos especiais estão classificados automaticamente para a segunda etapa dos jogos.

Elma Couto, professora do Centro Educacional Municipal de Camaçari (CEMC), analisou que os Jogos Escolares são importantes, uma vez que mobiliza toda a escola, fortalece a relação de respeito e união entre os alunos, promove um intercâmbio entre bairros e os pais se orgulham de ver os filhos competindo. Além disso, ela observou que há um reflexo positivo na sala de aula. “Os alunos ficam mais atenciosos, assíduos e comportados, até porque essas foram algumas das condições para participarem dos jogos”.

O estudante Robson dos Santos, da escola Cosme de Farias, afirma que sempre foi bom aluno, mas os jogos o incentivam a continuar assim. Para ele, a competição é importante porque proporciona mais entrosamento entre os colegas de escola e possibilita que conheçam novas pessoas.

A coordenadora dos jogos, Érica Souza, acredita que o evento contribui para a formação do cidadão, eleva a auto-estima do aluno, faz com que permaneça e valorize mais a escola, além de melhorar a qualidade de vida. “O esporte ajuda a diminuir as desigualdades sociais e os problemas de saúde”.

AVALIAÇÃO MÉDICA
A grande novidade dos Jogos Escolares deste ano é o fato de que a Secretaria da Saúde (Sesau) está realizando a avaliação médica dos 4 mil inscritos. Ao receber o convite das secretarias da Educação (Seduc) e Esporte (Sedel), a secretária Efigênia Cardoso compreendeu que era necessário avaliar a saúde dos novos atletas, até porque a Sesau trabalha com a política de promoção da saúde.

O estudante Marcos Conceição da Silva, 15 anos, gostou da iniciativa. “Faz mais de dois anos que fiz uma consulta médica, por isso foi muito bom passar por avaliação antes dos jogos. Pude ver que está tudo bem comigo”.

A secretária informou ainda que vai aproveitar o espaço para trabalhar algumas questões de saúde nas escolas, a exemplo do que acontece entre a unidade de saúde da família do Phoc 3 e a escola Sônia Regina. “A nossa idéia é abordar problemas, através de palestras, como a gravidez na adolescência e as drogas.

SOLENIDADE DE ABERTURA
A solenidade de abertura das seletivas dos jogos foi realizada no Centro de Atenção Integrada à Criança e ao Adolescente (CAIC) e contou com a participação dos alunos, professores, organizadores do evento, do prefeito Luiz Caetano e dos secretários da Educação, Valter Lima, do Esporte e Lazer, Vital Vasconcelos, da Saúde, Efigênia Cardoso, da Habitação, Waldy Freitas, e do ouvidor municipal Antonio Cotrim.

Para o prefeito, é através do esporte, educação, cultura e lazer que se faz a inclusão e levanta a auto-estima das pessoas. O secretário da Educação, Valter Lima, aproveitou para ressaltar que a prática do esporte, associada à saúde, cultura e educação, tem sido a tônica do governo. Vital Vasconcelos, secretário do Esporte, observou o salto de participação dos Jogos Escolares, resgatado em 2005 após 12 anos sem realização. Em 2005, foram mil inscritos, passando para 2 mil em 2006, 3 mil em 2007 e 4 mil este ano.

Após a solenidade de abertura, foram realizados 41 jogos, em quatro escolas. Nove disputaram os jogos de abertura: Anísio Teixeira, CEMC, Cosme de Farias, Luiz Rogério, Maria Quitéria, Normal, Parque Verde, São Thomaz do Cantuária e Sônia Regina. Os demais jogos classificatórios serão realizados nos dias 17 e 31 de maio, 6 e 13 de junho e 11 de julho.

A Prefeitura garante toda a infra-estrutura para a realização dos jogos, a exemplo do corpo de arbitragem, todo de Camaçari, padrão dos times, material esportivo, lanche, água, transporte e espaço físico.

Foto: Nelinho Oliveira

O futsal é a modalidade esportiva mais disputada -

Mais Notícias

Boletim Epidemiológico de Camaçari – 12 de abril de 2021

Boletim Epidemiológico de Camaçari – 12 de abril de 2021

STT inicia semana com retomada de vistorias de táxis

STT inicia semana com retomada de vistorias de táxis

Sesp faz visita técnica na Av. Camaçari para tratar sobre iluminação

Sesp faz visita técnica na Av. Camaçari para tratar sobre iluminação

Pressione enter para começar a busca ou Esc para fechar a janela.