Idosos tiram dúvidas sobre o Programa

Iwwa Agência
Publicado 15/06/2010 01:06:03

O secretário da Habitação (Sehab) de Camaçari, Djalma Machado, se reuniu terça-feira (15/06) com os idosos do Conviver, para uma apresentação sobre o Programa Minha Casa Minha Vida, do governo federal.

 

Na oportunidade, foram tiradas as dúvidas e prestados os esclarecimentos sobre o programa, que possui dez mil inscritos no Município.

Atualmente estão sendo construídas 3.915 casas, nos bairros do Triângulo, Lama Preta e Via Parafuso, destinadas às pessoas com renda de até três salários mínimos.

A finalidade é reduzir o déficit habitacional das famílias carentes. A iniciativa gera mais de 5 mil empregos no Município.

Os proprietários terão uma prestação mínima de R$ 50 reais, sem entrada e sem pagamento durante a obra, isenção de IPTU durante cinco anos e o registro do imóvel deverá sair preferencialmente em nome das mulheres.

Como critério de seleção é exigido que as famílias morem em casas de aluguel, estejam em condições precárias, sejam mulheres chefes de família, residam no Município há pelo menos cinco anos e estejam cadastradas no CadÚnico, cadastro dos programas sociais do governo federal.

José Pereira dos Santos, 65 anos, mora de aluguel na Lama Preta e está inscrito no Programa. O aposentado achou a palestra esclarecedora e espera realizar o sonho de ter um imóvel próprio.

Francisca da Conceição, 75 anos também está inscrita e reside em Camaçari há 56 anos A esperança dela é “sair do quarto onde vive, no bairro Parque Satélite, para conseguir morar com o filho em uma casa de verdade”.

De acordo com o secretário Djalma Machado, a determinação do governo é atender no mínimo 3% dos idosos inscritos no Programa Minha Casa Minha Vida.

Segundo ele, no dia 1º de julho terão início as visitas domiciliares. O objetivo é fazer a triagem das pessoas que serão beneficiadas.

Foto: Agnaldo Silva

A proposta é atender mais de 3% de idosos -

Mais Notícias

Boletim Epidemiológico de Camaçari – 11 de abril de 2021

Boletim Epidemiológico de Camaçari – 11 de abril de 2021

Camaforró 2021 é cancelado por conta de nova onda do novo coronavírus

Camaforró 2021 é cancelado por conta de nova onda do novo coronavírus

Decreto prorroga medidas restritivas e suspende desfiles cívicos

Decreto prorroga medidas restritivas e suspende desfiles cívicos

Pressione enter para começar a busca ou Esc para fechar a janela.