Educadores se reúnem em mais um encontro do Comitê Escolar

ASCOM
Publicado 04/02/2021 10:02:54

Faltando menos de 30 dias para o encerramento do ano letivo de 2020, a Prefeitura de Camaçari, por intermédio da Secretaria da Educação (Seduc), segue empenhada com as reuniões periódicas promovidas pelo Comitê Escolar. Na tarde da última quarta-feira (3/2), o encontro aconteceu na Escola Municipal Professor Luís Rogério de Souza, situada na sede, no bairro da Gleba C. Já nesta quinta-feira (4/2), às 14h, a escuta ocorrerá na costa, no Centro Educacional Barra do Pojuca. A iniciativa visa agregar as contribuições da unidade de ensino à qualificação da oferta pedagógica para o ano letivo de 2021.

Ao som da música “Te Ofereço”, canção gravada pelo Grupo Arte Nascente, a diretora da unidade escolar, professora Nilzete Bonfim Cardoso, deu as boas-vindas aos presentes de forma dinâmica, com brincadeiras e estratégias de acolhimento. Na ocasião, representantes da Diretoria Pedagógica (DIPE) puderam participar da reunião por meio da plataforma digital Google Meet.

Na ocasião, a gestora da escola falou das perspectivas para o novo calendário estudantil. “A expectativa está alta, estamos trabalhando de modo que consigamos conciliar o planejamento, para assim tornar o ano de 2021 bem melhor que o ano de 2020. A pandemia nos pegou de surpresa e passamos o ano tentando se adequar às novas mudanças, com estudo à distância, lives, e acredito que agora temos a possibilidade de tornar o ano de 2021 mais agradável”, disse ao acrescentar que no que tange às questões de segurança, que a unidade já está estruturada para receber os alunos.

Em 2020, a unidade estava com 412 alunos matriculados, distribuídos entre os turnos matutino, vespertino e noturno, do 6º ao 9º ano. Maria Clara Carvalho dos Santos, moradora do Parque Verde II e estudante do 9º ano da referida unidade de ensino, foi uma das estudantes convidadas pelo corpo docente para participar do encontro. A iniciativa que se difere das reuniões realizadas anteriormente oportuniza a estudante a compartilhar suas experiências durante este ano atípico no ambiente educacional.

Acompanhada da sua mãe Fabiana Carvalho dos Santos, Maria Clara fez um breve relato. “Foi tudo novo, com aulas on-line, mas mesmo com tantas mudanças conseguimos concluir as atividades e assim recuperar o ano”, disse a estudante, que em tempo recebeu um brinde das mãos da secretária da Educação, Neurilene Martins.

Para a gestora da Seduc, o atual cenário foi bastante inspirador. “Estamos reunidos aqui com o corpo administrativo, professores, alunos e pais e neste comitê, unindo vários pensamentos e trocando experiências. Nesse projeto, que integra o Mais e Melhor Educação: em Casa, fazemos uma reflexão positiva da oferta remota de 2020 e estamos encerrando o ano com grande parte da oferta atingida”, explicou.

De acordo com a secretária Neurilene, o ano de 2020 encerra em 26 de fevereiro de 2021 e já em abril inicia o calendário educativo referente ao presente ano. Nesta quarta-feira (3/2), a Seduc realizou o 10º Comitê presencial, ouvindo as reflexões no sentido de melhorar a oferta em 2021, porém a gestora salientou que será necessário “trabalhar nas estratégias de mobilização das famílias, de conexão com os estudantes, na formação dos educadores para que as aprendizagens possam ser garantidas”.

Durante o primeiro semestre de 2021, a Seduc dará continuidade ao movimento de escutas dos comitês, no entanto, para que o planejamento estratégico de 2021 seja concluído, a pasta tem a meta de ouvir 40% das unidades escolares do município, a fim de que tal planejamento revele, de uma maneira expressiva, as intenções dos professores, para adequar a oferta.

Até quarta (3/2), já foram ouvidas, na ordem que se segue, as escolas: Helena Celestino de Magalhães e o Centro Integrado de Educação Infantil (CIEI), ambos no gravatá; a Escola Municipal Giltônia Pereira de Souza, em Arembepe; o Centro Educacional Darcy Ribeiro, em Barra do Jacuípe; Escola Municipal Joana Angélica, no Mangueiral; o Centro Integrado de Educação Infantil e o Centro Experimental de Educação Especial de Camaçari, ambos no Phoc I; a Escola Municipal Fonte da Caixa, em Vila de Abrantes; CIEI da Gleba “E”; Escola Municipal Professor Luís Rogério de Souza, na Gleba C.

Mais Notícias

Sedes estimula doação de sangue para reforçar estoque do Hemoba

Sedes estimula doação de sangue para reforçar estoque do Hemoba

Reunião discute parâmetros para retomada das aulas presenciais

Reunião discute parâmetros para retomada das aulas presenciais

Boletim Epidemiológico de Camaçari – 17 de maio de 2021

Boletim Epidemiológico de Camaçari – 17 de maio de 2021

Pressione enter para começar a busca ou Esc para fechar a janela.