Deraldo viaja para jogos Paraolímpicos de Pequim

ASCOM BOT
Publicado 18/08/2008 11:08:41

Nesta terça-feira (19/08), o atleta de Camaçari e da Seleção Brasileira de Remo Adaptado Antony Deraldo Bonfim viaja para São Paulo, onde fica concentrado até embarcar para o Canadá e, em seguida, para a China, onde participa dos Jogos Paraolímpicos de Pequim. A previsão é de que o atleta chegue à capital chinesa no dia 30 de agosto.

A competição acontece nos dias 9, 10 e 11 de setembro, quando serão realizadas a primeira fase, a repescagem e a final. Na avaliação de Antony Deraldo, a maior dificuldade é o fato de não conhecer todos os competidores e o condicionamento de cada um. Dos 12 atletas a disputar a competição de remo, ele só conhece quatro. Apesar disso, mantém as expectativas de subir ao pódio.

Se conseguir trazer a medalha para o Brasil, ele pretende leiloar o prêmio para comprar um carro tipo van para a Associação Camaçariense de Atletas com Deficiência (Acad), da qual é presidente fundador. A entidade conta hoje com 62 membros cadastrados.

TRAJETÓRIA
Apesar do pouco tempo de treinamento, o atleta de Camaçari apresenta um bom desempenho. A primeira competição que disputou foi a Copa do Mundo de Remo Adaptado realizada em maio, na Alemanha. Na ocasião, garantiu uma das duas vagas disponíveis para participar das Paraolimpíadas de Pequim.

Antony Deraldo iniciou na modalidade há menos de um ano, em novembro de 2007, após ser convidado pelo diretor técnico da Seleção Brasileira de Remo Adaptado, Julio Noronha. Como havia remado na adolescência, ele se saiu bem no teste realizado com o auxiliar técnico da seleção, Cláudio Mota, e começou a treinar para a seletiva que iria definir o titular da seleção nas Paraolimpíadas. Foi aí que venceu os outros cinco atletas e conquistou a vaga de titular.

NATAÇÃO
Foi através da natação que Antony Deraldo entrou para o esporte de rendimento, em julho de 2006. Ele se apaixonou pela atividade aquática a partir do tratamento de fisioterapia que teve de fazer após ficar paraplégico, depois de receber um tiro na coluna lombar durante um assalto em dezembro de 2005. O incidente aconteceu em Salvador, onde trabalhava como taxista.

O atleta começou a treinar pela Secretaria de Esporte e Lazer de Camaçari. Três meses depois, em outubro de 2006, participou da primeira competição, o Circuito Loterias Caixa Brasil Paraolímpico, realizado pelo Comitê Paraolímpico Brasileiro, em Minas Gerais.

Apesar de ter chegado em último lugar, Antony Deraldo ganhou experiência e aprendeu, através do contato com outros atletas, as técnicas adequadas. A partir daí, mudou o treinamento e passou a obter melhores resultados.

Ano passado, conquistou o 2º lugar no Circuito Loterias Caixa Nordeste Paraolímpico, realizado em abril. Foi o 2º colocado no Circuito Loterias Caixa Brasil Paraolímpico em outubro; 1º lugar na categoria S6 masculina e 2º lugar na categoria geral deficiente, na travessia de mar aberto Bonfim/Ribeira, em Salvador, realizada em novembro.

Em dezembro de 2007, ele conquistou cinco medalhas na Copa Atlanta, na Argentina, uma de ouro, três de prata e uma de bronze. A medalha de ouro foi pela travessia de mar aberto, em Mar Del Plata. As três de prata vieram das disputas de 100 metros nado livre, 100 metros nado peito e 50 metros nado borboleta. A de bronze foi conquistada nos 50 metros nado livre.

Este ano, Antony Deraldo participou do Circuito Loterias Caixa Nordeste Paraolímpico e ficou em 4º lugar nos 100 metros peito e 5º lugar na categoria 100 metros borboleta, além de se classificar para o Brasileiro, a ser realizado em novembro, em Minas Gerais.

Nascido em Feira de Santana (BA), Antony Deraldo, 29 anos, viveu em Salvador e se mudou para Camaçari há três anos. Atualmente, mora no bairro Ponto Certo, na sede do Município.

Foto: Nelinho Oliveira / Arquivo

Atleta garantiu a vaga durante a Copa de Remo Adaptado -

Mais Notícias

Boletim Epidemiológico de Camaçari – 1º de março de 2021

Boletim Epidemiológico de Camaçari – 1º de março de 2021

Camaçari fecha 2020 com superávit de R$ 61 Milhões

Camaçari fecha 2020 com superávit de R$ 61 Milhões

Secult oferta atendimento para comunidades da costa e zona rural

Secult oferta atendimento para comunidades da costa e zona rural

Pressione enter para começar a busca ou Esc para fechar a janela.