Conferência debate saúde mental com a sociedade

Iwwa Agência
Publicado 06/04/2010 02:04:37

Com a intenção de mobilizar a sociedade a participar da luta a favor dos usuários do serviço de saúde mental, a Prefeitura de Camaçari, por meio da Secretaria da Saúde (Sesau), está realizando a 2ª Conferência Intersetorial de Saúde Mental, Álcool e Outras Drogas de Camaçari. O evento acontece na Cidade do Saber até esta quarta-feira (07/04), das 13h30 às 17h30.

Nesta terça-feira (06/04), primeiro dia do evento, participaram cerca de 300 pessoas, que discutiram políticas públicas para o setor. Tendo como tema Saúde mental direito e compromisso de todos: consolidar avanços e enfrentar desafios, a conferência visa construir uma rede de serviços de saúde mental, álcool e outras drogas que atenda as necessidades da população e valorize o ser humano.

O evento terá também palestras, trabalhos de grupo, mesa-redonda e uma assembléia geral onde será votada propostas e delegados para representar o Município nas etapas estadual e nacional da conferência.

Abrir discussões, estimular a participação popular e convocar segmentos diferenciados da sociedade para o debate é, de acordo com o secretário da Saúde, Camilo Pinto, de fundamental importância. “Não se faz uma reforma psiquiátrica sem o engajamento de todos. O álcool, as drogas e a saúde mental estão tendo a devida relevância em nossa administração. O que queremos é ouvir mais e errar menos”.

Para Célia Baqueiro, coordenadora de saúde mental da Sesau, o importante não é discutir a doença e sim a promoção à saúde. “Esse é o espaço legítimo e democrático onde, junto com a população, usuários e outros setores da sociedade, vamos obter ganhos importantes”.

A abertura da conferência contou com a presença de Girlene Almeida, coordenadora do Projeto Loucura Cidadã. Usuária do serviço de saúde mental há 20 anos, ela se orgulha de ter vencido as barreiras da discriminação e do preconceito. “Para mim, como usuária, é muito importante ocupar o lugar que ocupo na luta pela inserção social dos usuários”. O evento contou ainda com a presença do secretário da Cultura, Vital Vasconcelos, e da secretária da Promoção da Mulher e da Reparação, Aurenita Castillo.

ATENDIMENTO
Em Camaçari, o serviço de saúde mental é garantido pelo Centro de Atenção Psicossocial (Caps), Centro de Especialidades em Saúde Mental (Cesme), Unidades de Saúde da Família (USFs), Pronto-Atendimentos (PAs), Samu, Hospital Geral (HGC) e Unidades Básicas de Saúde (UBSs).

Futuramente, será implantado o projeto Consultório de Rua, além de um ambulatório infanto-juvenil para atendimento de crise no PA do bairro Nova Aliança, Caps AD (Centro de Atenção Psicossocial Álcool e Drogas) e o Caps 3, que deve funcionar no lugar do atual Cesme. O centro 3 atende pessoas em sofrimento mental e oferece acolhimento noturno para residentes em Camaçari que estejam em situação de crise.

Foto: Nelinho Oliveira

O evento acontece na Cidade do Saber até quarta-feira -

Mais Notícias

Camaforró 2021 é cancelado por conta de nova onda do novo coronavírus

Camaforró 2021 é cancelado por conta de nova onda do novo coronavírus

Decreto prorroga medidas restritivas e suspende desfiles cívicos

Decreto prorroga medidas restritivas e suspende desfiles cívicos

Boletim Epidemiológico de Camaçari – 10 de abril de 2021

Boletim Epidemiológico de Camaçari – 10 de abril de 2021

Pressione enter para começar a busca ou Esc para fechar a janela.