Comitê Escolar se reúne na Escola Fonte da Caixa

ASCOM
Publicado 28/01/2021 05:01:16

Dando prosseguimento às reuniões promovidas pelo Comitê Escolar, a Escola Fonte da Caixa recebeu, na tarde desta quarta-feira (28/1), membros da Secretaria da Educação (Seduc). O encontro visou integrar as contribuições da unidade de ensino à qualificação da oferta pedagógica disponibilizada pelo município para o ano letivo de 2021.

As reuniões do Comitê integram o projeto Mais e Melhor Educação: em Casa, instituído pela portaria nº. 06, de 30 de abril de 2020, publicada no Diário Oficial do Município de Camaçari n.º 1.411, em11 de maio de 2020. Ele é um programa construído em rede pelas 102 unidades escolares da educação infantil e do ensino fundamental I e II, de Camaçari. Tem o objetivo de viabilizar a aprendizagem e o desenvolvimento do educando dentro de uma rotina de estudos em casa, em função da emergência de saúde pública decorrente da Covid-19.

A secretária da pasta, Neurilene Martins, e representantes da Diretoria Pedagógica (DIPE) da Seduc participaram da reunião, que contou com cerca de 20 de profissionais, que desenvolvem atividades de natureza diversa dentro do contexto escolar.

Segundo Neurilene, o projeto Mais e Melhor Educação: em Casa instituiu-se num momento de insegurança generalizada. Para superá-lo, a Seduc destaca o papel crucial da disposição dos membros de cada comitê. Isso revelou tanto a humanidade quanto a potência pedagógica dos quais o projeto era portador. “Nossa escuta de janeiro alcançou cerca de 200 profissionais da educação, e nove comitês escolares. Com o trabalho desenvolvido, três blocos de questões sobressaem a partir dessa realidade: o primeiro que envolve especificamente o pedagógico; o segundo relativo ao cuidado e à saúde emocional tanto de professores quanto de nossas crianças; e, por fim, questões que dizem respeito aos desafios tecnológicos”, declarou a secretária.

A gestora da escola, Laudicéia Rangel, ratificou o sucesso do projeto, sobretudo se considerado o currículo proposto a partir do contexto da pandemia. “A liberdade que a Seduc nos permitiu foi fundamental para atuarmos dentro da realidade que nós tínhamos, e com isso, hoje, temos a certeza do dever bem cumprido”.

Até o fim do ano letivo de 2020, que vai até fevereiro, a Seduc promoverá reuniões presenciais com toda a rede. Até o momento foram contempladas as escolas Helena Celestino Magalhães, no Gravatá; o Centro Integrado de Educação Infantil (CIEI) do Gravatá; a Giltônia Pereira de Souza, em Arembepe; a Professora Laurita Souza Ribeiro, no Centro; CIEI e o CAIC, ambos no Phoc I; e Joana Angélica, no Mangueiral; além do Centro Educacional Darcy Ribeiro, em Barra do Jacuípe.

Mais Notícias

Sedes estimula doação de sangue para reforçar estoque do Hemoba

Sedes estimula doação de sangue para reforçar estoque do Hemoba

Reunião discute parâmetros para retomada das aulas presenciais

Reunião discute parâmetros para retomada das aulas presenciais

Boletim Epidemiológico de Camaçari – 17 de maio de 2021

Boletim Epidemiológico de Camaçari – 17 de maio de 2021

Pressione enter para começar a busca ou Esc para fechar a janela.