Comitê da Escola Coqueiro de Arembepe é ouvido

ASCOM
Publicado 11/02/2021 07:02:00

Nesta quinta feira (11/2), a Escola Municipal Coqueiro de Arembepe sediou a 13ª escuta de comitês escolares. Liderado pela Secretaria da Educação (Seduc), esse encontro objetiva colher experiências e contribuições da rede para a construção de oferta pedagógica qualificada para o ano letivo de 2021.

Ao todo, são 102 comitês formados por unidades escolares da educação infantil e do ensino fundamental I e II. Esses encontros integram o Mais e Melhor Educação: em Casa, projeto construído para proporcionar aprendizagem e desenvolvimento ao estudante dentro de sua rotina de estudos em casa, em função do contexto provocado pela pandemia da Covid-19.

Marcia Cortes, responsável pela aluna do 5º ano, Alice de Jesus, relatou sua experiência nesse período de adaptação. “Foi um período difícil, atípico, onde aprendemos a lidar com situações extremas de dúvidas, de esgotamento mental, dentre tantos outros sentimentos”. A mãe relatou a importância do apoio que recebeu da escola. “Essa equipe superou nossas expectativas dando suporte, orientando, acalmando, esclarecendo dúvidas com leveza, demonstrando sensibilidade ao momento vivido”, declarou.

A secretária da pasta, Neurilene Martins, destacou que apesar de não ter todas as respostas, ela só sabia que era preciso avançar. “Mesmo não tendo um porto, era preciso seguir navegando”, declarou ao reforçar que nesse processo, a escuta tem sido fundamental para que a Seduc construa uma oferta pedagógica afinada à realidade da comunidade.

A diretora Rosana Almeida apontou como ponto positivo a liberdade que a pasta deu para que a escola encontrasse seu próprio caminho nessa construção. A gestora deixou claro que diante das inseguranças, a qual todos os seres humanos estão submetidos em meio à pandemia, ela só tinha uma certeza: “vamos fazer a diferença para essa gente que precisa”, declarou.

A Seduc segue promovendo as reuniões do Comitê Escolar, sendo já contempladas as seguintes unidades de ensino, além da Escola Municipal Coqueiro de Arembepe: Escola Engenheiro Ruy Bacelar (sede/ Centro); Escola Municipal Professor Luís Rogério de Souza (sede/ Gleba C); Centro Educacional Barra do Pojuca (Barra de Pojuca); Helena Celestino de Magalhães (sede/ Gravatá); Centro Integrado de Educação Infantil – CIEI (sede/ Gravatá, Gleba “E” e Phoc I); Escola Municipal Giltônia Pereira de Souza (Arembepe); Centro Educacional Darcy Ribeiro (Barra do Jacuípe); Escola Municipal Joana Angélica, (sede/ Mangueiral); Centro Experimental de Educação Especial de Camaçari (sede/ Phoc I); Escola Municipal Fonte da Caixa (Vila de Abrantes).

Mais Notícias

Escuta especializada está suspensa em Camaçari

Escuta especializada está suspensa em Camaçari

Prefeitura continua entregando benefícios sociais

Prefeitura continua entregando benefícios sociais

Moradores do bloco 19 do conjunto Lucaia voltam a ocupar imóveis

Moradores do bloco 19 do conjunto Lucaia voltam a ocupar imóveis

Pressione enter para começar a busca ou Esc para fechar a janela.