Campanha contra raiva imuniza cães e gatos

ASCOM BOT
Publicado 20/10/2008 07:10:05

Até o dia 7 de novembro, acontece em Camaçari a segunda etapa da campanha de vacinação contra raiva de cães e gatos. A imunização inclui visita domiciliar e plantão nos postos de saúde. Desde o início da campanha, em abril, foram vacinados 10.700 caninos e 3.300 felinos.

A vacinação é feita de casa em casa, das 8h às 17h, de segunda a sexta-feira, quando também é realizado plantão nas unidades. Paralelamente a imunização domiciliar, o Centro de Controle de Zoonoses (CCZ) faz um trabalho de conscientização dos moradores quanto ao risco da doença. A ação atende nesta segunda-feira (20/10) os bairros Natal e Gleba B.

A meta estipulada pelo governo estadual para Camaçari é de vacinar aproximadamente 25 mil animais. A campanha conta com o apoio de 35 profissionais. Para imunizar o cão ou gato, o proprietário não deve esquecer a carteira de vacinação.

Segundo Marcos Nogueira, coordenador do CCZ, as pessoas vítimas da mordida do cachorro ou arranhadura de gatos devem lavar o local agredido com água e sabão e procurar o posto de saúde mais próximo.

A raiva é uma doença fatal que afeta o sistema nervoso do animal e pode ser transmitida por meio da saliva, arranhões ou qualquer tipo de agressão. Entre os sintomas mais comuns estão alterações de comportamento, depressão, demência ou agressão, dilatação de pupila, fotofobia (medo de claridade), falta de coordenação muscular, mordidas no ar, salivação excessiva e dificuldade para engolir.

A vacinação é feita de casa em casa, das 8h às 17h, de segunda a sexta-feira, quando também é realizado plantão nas unidades. Paralelamente a imunização domiciliar, o Centro de Controle de Zoonoses (CCZ) faz um trabalho de conscientização dos moradores quanto ao risco da doença. A ação atende nesta segunda-feira (20/10) os bairros Natal e Gleba B.

A meta estipulada pelo governo estadual para Camaçari é de vacinar aproximadamente 25 mil animais. A campanha conta com o apoio de 35 profissionais. Para imunizar o cão ou gato, o proprietário não deve esquecer a carteira de vacinação.

Segundo Marcos Nogueira, coordenador do CCZ, as pessoas vítimas da mordida do cachorro ou arranhadura de gatos devem lavar o local agredido com água e sabão e procurar o posto de saúde mais próximo.

A raiva é uma doença fatal que afeta o sistema nervoso do animal e pode ser transmitida por meio da saliva, arranhões ou qualquer tipo de agressão. Entre os sintomas mais comuns estão alterações de comportamento, depressão, demência ou agressão, dilatação de pupila, fotofobia (medo de claridade), falta de coordenação muscular, mordidas no ar, salivação excessiva e dificuldade para engolir.

Foto: Nelinho Oliveira

Equipes da CCZ vacinam animais nas residências -

Mais Notícias

Camaçari segue Estado e amplia por mais 48 horas medidas restritivas

Camaçari segue Estado e amplia por mais 48 horas medidas restritivas

Boletim Epidemiológico de Camaçari – 28 de fevereiro de 2021

Boletim Epidemiológico de Camaçari – 28 de fevereiro de 2021

Nota de pesar pelo falecimento de Israel Batista

Nota de pesar pelo falecimento de Israel Batista

Pressione enter para começar a busca ou Esc para fechar a janela.