Camaçari teve importantes avanços na cultura em três anos e meio

ASCOM
Publicado 30/06/2020 05:06:02

Em três anos e meio, a Prefeitura de Camaçari, por intermédio da Secretaria da Cultura (Secult), vem ampliando as possibilidades de incentivo e fomento à prática artística e cultural por toda sede e costa do município. Como resultado disto, temos a consolidação de 20 editais e o desenvolvimento de dois concursos inéditos na cidade, o Fotografe Camaçari e A Voz de Camaçari. Ao longo desse período, mais de cinco mil pessoas participaram desses projetos de maneira direta ou indireta, entre inscritos e artistas contemplados com as iniciativas que integram o Programa Cultura Todo Dia.

Com o intuito de descentralizar o acesso à cultura, em 2017 a pasta abriu um credenciamento para que pessoas físicas com experiência técnica na área artística ofertassem serviços de capacitação em diversas localidades. Outra conquista ao longo desses anos, foi a formação das companhias de Dança e de Teatro de Camaçari, com a seleção de profissionais especializados nos respectivos segmentos, a exemplo de coreógrafos, bailarinos, atores e atrizes, dentre outros.

O projeto Costa Verão, mais uma iniciativa de sucesso, veio para proporcionar atividades desportivas, turísticas e culturais na costa de Camaçari, oportunizando o envolvimento da comunidade nas mostras itinerantes de cultura e apresentações nas tradicionais lavagens da cidade. Os artistas e grupos credenciados por meio do edital participaram de eventos nas localidades de Arembepe, Barra do Pojuca, Barra do Jacuípe, Cajazeira de Abrantes, Catu de Abrantes, Jauá, Monte Gordo, Vila de Abrantes e Guarajuba. Em 2018 e 2019, o projeto era intitulado como “Orla Verão”. Na edição deste ano, a proposta ganhou uma nova nomenclatura passando a ser chamado de “Costa Verão”.

Também foi fundamental para a cidade a realização do projeto Valorizando Raízes, que segue duas vertentes: a primeira, com a disponibilização de fardamentos e instrumentos para a prática da capoeira no município, através do Kit Capoeira em sua 1ª e 2ª edição; a segunda está relacionada ao Kit Cultura Popular, que consiste na entrega de figurinos para as manifestações de grupos culturais, a exemplo de bois, cheganças, conjuntos juninos, caboclos, sambas de roda e de viola.

Tendo como princípio reconhecer pessoas que possuem grandes experiências e saberes populares, a Secult criou o projeto Prêmio Mestres e Mestras da Cultura. A iniciativa já premiou 30 artistas do município, dando visibilidade à comunidade onde vivem e atuam, além de ampliar a capacidade de transmissão do conhecimento desses segmentos artísticos.

Consolidado em 2019, o 1º Edital de Apoio à Cultura contempla 19 projetos que percorrem por diversas linguagens performáticas, como: cultura popular; audiovisual; radiodifusão e novas mídias; feiras livres; ensino das artes e arte-educação; patrimônio cultural, material e imaterial; artes plásticas, visuais e artesanato; teatro, dança, circo e ópera; e livro de leitura. A proposta permite que a arte consiga chegar a outras instâncias da cidade e recebam até 100% de financiamento do Fundo Municipal de Cultura de Camaçari (FMCC).

Após observar a rotina do cenário musical do município, o concurso cultural A Voz de Camaçari teve como principal proposta revelar grandes talentos, fomentar a arte, bem como promover a formação de plateia. Ao longo da disputa, os jurados Denny Denan, Márcia Short e o produtor musical, Adail Scarpelini, foram os responsáveis por avaliar a adequação geral, afinação, carisma e presença de palco, interpretação e técnica vocal, repertório e ritmo de cada candidato. A voz que conquistou o júri e toda a cidade foi a da cantora Elly Nascimento, que ganhou um prêmio de R$ 30 mil para ser investido em sua carreira artística.

Integrando as políticas públicas, e com o propósito de difundir a educação patrimonial e oportunizar o acesso à cultura e arte por meio da imagem, o concurso Fotografe Camaçari premiou os autores das melhores obras fotográficas nas categorias Estudantil, Amador e Profissional. Os professores orientadores dos vencedores na modalidade estudantil também foram contemplados. As fotografias são avaliadas pela Comissão de Avaliação e Seleção da Secult, de acordo com os critérios: mensagem transmitida, estética da imagem, além da técnica de composição e cores.

Além das premiações foram realizadas diversas oficinas e palestras nas escolas da rede pública municipal a fim de levar aos alunos informações a respeito do patrimônio e também da fotografia. Em parceria com a Secretaria da Educação (Seduc), o concurso contou com três edições, nos anos de 2017, 2018 e 2019, que trouxeram diferentes temáticas a serem abordadas nas fotografias.

Todas essas ações fazem parte do Programa Cultura Todo Dia, um produto que engloba subprogramas e ações específicas, a exemplo de editais, projetos, prêmios e datas calendarizadas. Outro ponto importante está relacionado ao aprimoramento das ações administrativas do Conselho de Cultura e da secretaria, com atenção especial voltada para a gestão dos equipamentos públicos culturais.

Dentro do programa, estão presentes: o “Camaçari nos Trilhos da Memória”, com a promoção da proteção do patrimônio cultural do município, através de tombamentos e registros de patrimônios imateriais; “Camaçari em Cena”, conjunto de ações que visa o fortalecimento do cenário teatral e estímulo da formação de plateia; o “Camaçari Nova Cultura”, que tem o intuito de apoiar o desenvolvimento de outras linguagens por meio das novas mídias e da tecnologia; o “Camaçari Cidade Cidadã”, com a administração dos equipamentos culturais; e por fim, o “Vamos Ler Camaçari”, que permite o incentivo à leitura na cidade, através da revitalização das bibliotecas, utilização de novas tecnologias, abertura de novos espaços de conhecimento, e apoio à economia do livro, que se trata do fomento à cadeia produtiva de livros e de aquisição dessas obras.

Cenário Atual – Em decorrência da pandemia do novo coronavírus, a administração municipal desenvolveu o Edital de Seleção de Propostas Artísticas e Culturais para Apresentações, com a finalidade de amparar a classe artística, que teve suas atividades diretamente impactadas pelas medidas de distanciamento e isolamento social. A seleção visa proporcionar a realização de atividades direcionadas tanto para o público adulto quanto para o infantil e infantojuvenil, e nas linguagens contempladas pelo Fundo de Cultura.

Os investimentos no decorrer dos anos no setor cultural na cidade ultrapassam o valor de R$ 6 milhões.

Mais Notícias

Mais 72 casos da Covid-19 são confirmados nesta sexta

Mais 72 casos da Covid-19 são confirmados nesta sexta

Após reunião com prefeitos, Estado decreta toque de recolher na RMS

Após reunião com prefeitos, Estado decreta toque de recolher na RMS

Prefeitura realiza obra na estrada entre Parafuso e Parque Verde II

Prefeitura realiza obra na estrada entre Parafuso e Parque Verde II

Pressione enter para começar a busca ou Esc para fechar a janela.