Bolsa Social contempla moradores de Coqueiro de Monte Gordo

ASCOM
ASCOM
Publicado 13/02/2020 12:02:52

A Prefeitura de Camaçari, por meio da Secretaria de Desenvolvimento Social e Cidadania (Sedes), entregou na tarde desta quarta-feira (12/02), mais uma remessa de cartões do Bolsa Social. A entrega aconteceu na Escola São Salvador, em Coqueiro de Monte Gordo, e beneficiou moradores da própria localidade, além de Jordão, Cancelas e Alto da Liberdade, situadas no distrito de Monte Gordo, na Costa de Camaçari.

O programa municipal Bolsa Social tem como objetivo, amparar as famílias em situação de vulnerabilidade social, por meio da proteção social. A ação, além de complementar a renda, possibilita a inserção dos beneficiários no mercado de trabalho, uma vez que conta em sua estrutura com capacitação profissional.

Durante a entrega, a secretária da Sedes, Andréa Montenegro, aproveitou o momento para explicar sobre o processo para concessão do programa. “Estamos aqui hoje para entregar os cartões de vocês após um processo criterioso. Se sintam privilegiados com isso, pois, a demanda é grande. Peço que vocês continuem frequentando os Cras, participando das ações e principalmente que façam o uso correto do cartão”, disse.

Na ocasião, a coordenadora do Bolsa Social, Juliane Costa, esclareceu aos presentes sobre algumas regras. “Vocês estão recebendo o cartão de vocês que já vem com o saldo. Já podem ir direto usar ao sair daqui. Vale lembrar que, existem algumas regras que se quebradas implicam no bloqueio e até mesmo na suspensão do benefício. A frequência escolar das crianças, não é aceito menos de 80%; se o cartão for utilizado em outro município e se usado para compra de bebidas alcoólicas são algumas das coisas que bloqueiam o cartão de vocês”, explicou.

Para a jovem Adriana Sena, moradora de Coqueiro de Monte Gordo, o cartão marca um novo momento. “Esse cartão pra mim é uma nova conquista. A gente aqui depende muito dessas ações que vocês fazem pela gente. Não passamos necessidade totalmente, mas muita gente aqui precisa, pois vivemos da venda da cocada e não conseguimos emprego fixo. Eu mesmo, tenho três filhos, vivo sozinha e só com a renda do Bolsa Família. É muito sofrimento que a gente vive aqui. Vou usar o meu de forma correta para não perder”, falou.

Ansiosa para receber o cartão, Camila de Jesus, 24 anos, comemorou o benefício. “Estou muito feliz e agradeço muito. Estava ansiosa, mas tava na fé. Essa é minha segunda conquista através da Sedes. Fiz o curso de Confeitaria Básica recentemente através da parceria da secretaria com o Senac. Agora é só alegria”, contou.

Com um sorriso no rosto, a beneficiada pelo programa, Juciélia Lopes, achou a iniciativa muito boa. “Moro aqui nessa comunidade há 24 anos, e achei essa iniciativa muito legal. Os moradores daqui de Coqueiro de Monte Gordo estavam realmente precisando disso”, disse.

Bolsa Social – Para ter direito, é preciso que o cidadão seja residente e domiciliado na cidade há, no mínimo, três anos comprovados, e seja inscrito no Cadastro Único para Programas Sociais (CadÚnico), além de seguir os critérios socioeconômicos.

Para permanecer no programa os responsáveis devem cuidar para que as crianças tenham a caderneta vacinal em dias e seus dependentes em idade escolar matriculados na rede pública de ensino ou na rede particular com bolsa integral ou semi-integral que não ultrapasse R$ 100,00 de mensalidade. A frequência escolar mínima é de 85%. A iniciativa é gerida pela Diretoria de Proteção Social Básica.

Slideshow | 6 fotos

Bolsa Social contempla moradores de Coqueiro de Monte Gordo

Mais Notícias

Palestra Dança Cura antecede homenagens ao Dia da Mulher

Palestra Dança Cura antecede homenagens ao Dia da Mulher

Estádio municipal recebe partidas das copas da Integração e Seleção

Estádio municipal recebe partidas das copas da Integração e Seleção

Vistoria em transporte escolar encerra nesta sexta-feira

Vistoria em transporte escolar encerra nesta sexta-feira

Pressione enter para começar a busca ou Esc para fechar a janela.