Ação contempla Terreiro Unzó Tatêto Lembá

Iwwa Agência
Publicado 10/05/2016 02:05:42

Com muita alegria e orgulho o prefeito Ademar Delgado realizou nesta terça-feira (10/05) o 1º Tombamento Municipal, que reconhece o Terreiro Unzó Tatêto Lembá, localizado no Parque Real Serra Verde. O gestor de Camaçari destacou que este é um momento histórico, com a prática de medidas efetivas para salvaguardar a construção cultural de garantia para as gerações ao direito a cultura e ao patrimônio cultural afro-brasileiro.

A secretária da Cultura, Branca Vieira Lima, falou sobre os pontos que garantiram o tombamento. “O acervo material e imaterial que o terreiro contempla, por ser extremamente significativo e reparador, por toda a luta e pelo serviço social prestado à comunidade, além do religioso e cultural”, afirmou.

O tombamento acontece de acordo com a lei 1.088/2010, que foi oficializado através do decreto 6.399/16. Se aplica aos bens materiais e é um conjunto de ações realizadas pelo poder público com o intuito de preservar bens de valor histórico, cultural, arquitetônico e também de valor afetivo para a população.

“Essa casa tem prioridade de distribuir educação, reparação e inclusão social, porque é o que repara. A gente quer estar salvaguardado e isso é o que estamos fazendo hoje, mantendo viva a nossa história por todos os templos que foram derrubados, vendidos, aniquilados e imprensados pelo racismo e pela perseguição”, pontuou o sacerdote da casa Táta Ricardo.

A felicidade desse momento e o reconhecimento da história desse povo foi citado pela secretária de Governo, Jailce Andrade, ao reafirmar a importância do trabalho realizado pela casa no campo social, além da questão da reparação que precisa ser feita em todo o país.

O Terreiro Unzó Tatêto Lembá existe há 26 anos e tem mais de 100 filhos de santo. O espaço ainda abriga a Escola Municipal Zumbi dos Palmares, com 126 alunos, que teve, por quatro anos consecutivos, a maior nota em alfabetização da Bahia no Ideb (Índice de Desenvolvimento da Educação Básica), além de ser o primeiro terreiro de Candomblé do Brasil a pactuar com o Pronatec (Programa Nacional de Acesso ao Ensino Técnico e Emprego).

A cerimônia ainda contou com apresentações culturais da roda de capoeira com o Ponto de Cultura Abolição e da Chegança Feminina de Arembepe. O prefeito Ademar Delgado recebeu homenagem pelo tombamento junto com outras autoridades políticas do Município. Por fim, foi descerrada a placa que marca a ação.

Estavam presentes o secretário do Turismo, Raimundo Blumetti, o superintendente do Trânsito e Transporte, Humberto Leite, o deputado estadual Bira Corôa, o vereador José Marcelino Filho, conselheiros da Cultura, representantes da Sepromi (Secretaria de Promoção da Igualdade Racial do Estado), IPAC (Instituto do Patrimônio Artístico e Cultural da Bahia), IPHAN (Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional) e do Conselho de Cultura do Estado. Além de autoridades religiosas e mestres da cultura popular.

Slideshow | 6 fotos

Ação contempla Terreiro Unzó Tatêto Lembá

Mais Notícias

Boletim Epidemiológico de Camaçari – 12 de abril de 2021

Boletim Epidemiológico de Camaçari – 12 de abril de 2021

STT inicia semana com retomada de vistorias de táxis

STT inicia semana com retomada de vistorias de táxis

Sesp faz visita técnica na Av. Camaçari para tratar sobre iluminação

Sesp faz visita técnica na Av. Camaçari para tratar sobre iluminação

Pressione enter para começar a busca ou Esc para fechar a janela.